Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Terça, 28 de Setembro de 2021
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Cassilândia: volta as aulas presenciais também respeitarão as Bandeiras do Prosseguir

Informação foi repassada na manhã de hoje através de Live do Governo do Estado de MS.

Cassilândia Notícias - 27 de julho de 2021 - 15:29

Cassilândia: volta as aulas presenciais também respeitarão as Bandeiras do Prosseguir

Marcado para próxima segunda-feira (dia 2), o retorno dos alunos da rede estadual ao regime presencial será escalonado e mais rígido. O estudante não terá a opção de escolher não ir ao colégio. Desta forma, as faltas deverão ser justificadas por atestado médico, como no caso de quem tiver comorbidades ou passa por tratamento psicológico (síndrome do pânico, depressão).

De acordo com a secretária estadual de Educação, Maria Cecília Amêndola da Motta, o governo espera o retorno de todos os alunos, com busca ativa pelos estudantes que não comparecerem, além do acionamento do Conselho Tutelar e MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul). “Os alunos que não compareceram vão ter que apresentar atestado, justificar  a falta”, afirma a secretária.

Segundo a titular da SED (Secretaria Estadual de Educação), foram reunidos 21 órgãos oficiais de controle para  elaboração do protocolo de volta às aulas. “O Brasil é o País que mais dias ficou sem ir para escola, então está na hora da gente estar voltando sim”.

A lotação das salas de aula, todavia, ficarão condicionadas às bandeiras de cada um dos municípios de Mato Grosso do Sul. Veja como ficou definido:

Cassilândia: volta as aulas presenciais também respeitarão as Bandeiras do Prosseguir

Caso algum aluno teste positivo para o coronavírus, a classe será dispensada, o local vai passar por desinfecção e o retorno fica condicionado à decisão médica. O ano letivo deve ter conteúdo reduzido e, no retorno presencial, os alunos vão passar por diagnóstico sobre Matemática e Português.

Durante o revezamento entre os modelos remoto e presencial, a turma que vai ficar em casa vai estudar com material impresso, sem exibição pela TV. Para quem estuda no período noturno, o término da aula vai se adequar ao toque de recolher vigente em cada município.

SIGA-NOS NO Google News