Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Terça, 16 de Abril de 2024
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

São Paulo cede empate ao River Plate na Argentina

Diário da Região - 11 de março de 2016 - 06:50

O temido River Plate não se mostrou tão poderoso, mas para o São Paulo o empate desta quinta-feira, por 1 a 1, em Buenos Aires, poderia ter sido melhor. Um erro do goleiro Denis tirou do time a primeira vitória na Libertadores. O empate, entretanto, aumenta a esperança de avançar às oitavas de final. A pressão continua grande, só que agora obrigado a pontuar fora de casa contra o fraco Trujillanos, na próxima quarta-feira, às 19h30, na Venezuela. A atuação mais segura e convincente do São Paulo na temporada terminou um pouco eclipsada pela trapalhada no sistema defensivo.

Denis falhou ao tentar cortar escanteio e socou a bola nas costas de Thiago Mendes. Ela entrou por cobertura, lentamente, e tirou a vantagem do time do Morumbi aos 32 minutos do primeiro tempo. Antes do gol contra, a partida estava controlada pelo time paulista. A equipe comandada pelo técnico Edgardo Bauza superou dez minutos de sufoco, quando levou bola no travessão, para abrir o placar graças a Paulo Henrique Ganso. Um presente caiu nos pés dele, ao se aproveitar de uma sobra na área e chutar de primeira, sem vacilar, aos 16 minutos de jogo. A bola entrou no canto direito de Barovero.

A partida decisiva contra o atual campeão da Libertadores não fez o São Paulo sentir a pressão. Os zagueiros Lugano e Maicon foram seguros nos desarmes e até o próprio Denis esteve bem no segundo tempo. Para a tristeza do goleiro, a posição dele não permite erros e o vacilo custou ao time um resultado melhor. O capitão, que carrega a responsabilidade de substituir o ídolo Rogério Ceni, teve uma atuação competente, porém silenciada por um cruel acaso do futebol. O erro não tirou a segurança do goleiro. Denis foi seguro nas saídas de gol e cortou cruzamentos perigosos. Se o resultado teve o camisa 1 como vilão, pelo menos ele mostrou personalidade para não se abalar.

O jogo foi tenso, cheio de trombadas, faltas e fez as equipes errarem muito, principalmente no segundo tempo. Em uma das poucas investidas certeiras, o atacante argentino Calleri finalizou para fora ótima chance em contra-ataque puxado pelo lateral-esquerdo são-paulino Mena. Jogadores são-paulinos reclamaram do árbitro chileno Julio Bascuñan, que não teria marcado dois pênaltis. O primeiro, em lance mais claro, sobre Calleri. O segundo, na etapa final, em cima de Thiago Mendes. Após o empate desta quinta-feira, o São Paulo voltará a campo neste domingo, contra o Palmeiras, no clássico que será realizado no Pacaembu e valerá pela nona rodada do Campeonato Paulista.

SIGA-NOS NO Google News