Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Quarta, 17 de Abril de 2024
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Guerrero salva estreia do Peru e dá a vitória contra o Haiti

Midiamax - 05 de junho de 2016 - 08:10

O Peru teve um rendimento aquém do esperado, mas estreou com vitória na Copa América Centenário ao superar o Haiti por 1 a 0, nesse sábado, em Seattle, nos Estados Unidos. O duelo, válido pelo grupo em que está a Seleção Brasileira, não apresentou um bom nível de qualidade técnica. O único gol do confronto foi marcado pelo atacante Paolo Guerrero, do Flamengo.

Maior artilheiro da história do Peru, Guerrero voltou a ser decisivo no duelo contra os haitianos. Ele protagonizou as melhores jogadas do time durante toda a partida e anotou o gol da vitória, com uma forte cabeçada aos 14 minutos do segundo tempo. O atacante marcou 11 vezes nas três edições que disputou da Copa América e é o jogador com mais gols no torneio dentre todos os que estão nos Estados Unidos.

Também esteve em campo o meia-atacante Christian Cueva, que foi anunciado na quinta-feira como reforço do São Paulo para a disputa do Campeonato Brasileiro. Ele foi contratado do Toluca-MEX e assinou vínculo de quatro anos. Contra o Haiti, no entanto, o jogador teve atuação discreta e pouco participou dos lances de perigo construídos pelo Peru.

Na próxima rodada, os peruanos comandados pelo ex-palmeirense Ricardo Gareca enfrentarão o Equador, em Phoenix, no Arizona. Já o Haiti será o adversário da Seleção Brasileira. O jogo com o time canarinho ocorrerá na quarta-feira, no estádio Citrus Bowl da Flórida.

O Jogo – O Peru era o time mais forte no papel, mas sofreu para encaixar as jogadas de ataque no primeiro tempo. Isolado na frente, o atacante Paolo Guerrero era obrigado a apostar na individualidade para disputar a bola com os zagueiros e construir lances ofensivos. Aos sete minutos, ele conseguiu invadir a área pelo lado direito e cruzou rasteiro para o centro, mas Hohberg desperdiçou a chance ao furar na hora de chutar.

Truncado e sem grandes acontecimentos, o duelo seguiu um ritmo monótono até os 30 minutos. O Haiti conquistou uma falta na entrada da área, mas Jérôme cobrou por cima do gol de Gallese. O susto acordou o Peru, que tentou buscar mais o ataque nos instantes finais da etapa inicial.

Tapia, aos 37, arriscou uma finalização e mandou direto para fora. No minuto seguinte, Guerrero recebeu de Cueva um cruzamento no centro da área e pegou mal na bola, mandando para a linha de fundo. Os espaços dados para o ataque rival irritaram o técnico Patrice Neveu, que substituiu o volante Hilarie com 39 minutos. O jogador não gostou da decisão e esbravejou ao dar lugar a Jean Alexandre.

Na última chance da etapa inicial, Guerrero dominou um lançamento no peito e encontrou Flores dentro da área, mas o meio-campista acertou a trave com um chute rasteiro. O Peru continuou superior depois do intervalo, com Flores desperdiçando nova oportunidade ao acertar uma finalização cruzada, aos seis minutos. Aos 13, Revoredo não aproveitou a indefinição da zaga haitiana e perdeu mais uma chance de marcar.
Coube a Guerrero a tarefa de colocar a bola na rede. Após cruzamento de Flores vindo da esquerda, o atacante se livrou da marcação de Genevois e apareceu livre para cabecear com força, aos 14 minutos.

O gol sacramentou a marca de Guerrero como o maior artilheiro da seleção peruana, já que um dos tentos anotados por ele havia saído em um duelo amistoso. Em números oficiais, o atleta ultrapassou o ídolo Cubillas por ter marcado 27 gols em 70 jogos.

Aos 20, Guerrero fez outra jogada individual e finalizou para defesa do goleiro Placide. O Haiti tentou crescer com o decorrer da partida, mas a zaga peruana fez um bom trabalhou e desmonto todas as jogadas criadas pelo rival. A última grande oportunidade saiu já nos acréscimos, quando Belfort cabeceou para fora após ter recebido um cruzamento na frente do gol.

SIGA-NOS NO Google News