Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Domingo, 14 de Abril de 2024
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Escolas começam a aplicar ações educativas aos alunos indisciplinados

Redação - 16 de junho de 2016 - 07:21

As escolas da rede municipal, de Chapadão do Sul começaram a aplicar as ações educativas aos alunos indisciplinados, previstas no PROCEV, Programa de Conciliação para Prevenir a Evasão e a Violência Escolar. Trata-se do PAE, Práticas de Ações Escolares Educativas e a MAE, Manutenção do Ambiente Escolar, previstas no PROCEV.

Segundo a Diretora da Escola Municipal Carlos Drummond de Andrade, Professora Carina Inês Alves Ferri, até o final do mês de maio foram emitidos, pelos professores, relatórios com os atos indisciplinares dos alunos. Este relatório é composto por três infrações graves cometidas pelo aluno, relatados pelos professores de todas as disciplinas. Após avaliados pela direção da escola, os pais são chamados e proposto a assinatura de uma autorização para aplicação das ações educativas.

As ações previstas variam entre: lavar louças da cozinha, carteiras, paredes rabiscadas, limpeza de pátios, entre outras, de acordo com a realidade de cada estabelecimento de ensino onde o aluna estuda. O aluno infrator não é dispensado da aula para cumprir as ações, elas são executadas no contraturno, sempre acompanhadas de perto por um inspetor de aluno.

Carina disse que a experiência está sendo boa e com algumas surpresas. Foi determinado a um aluno para auxiliar na cozinha da escola. Ocorre que ele gostou da função e agradou aos servidores pela sua eficiência. Neste caso foi necessária a mudança da ação, para que não ficasse prazeroso ao aluno. Outra experiência positiva foi a oportunidade que o aluno teve em relatar sobre a sua vida familiar, o que pode contribuir para o entendimento de determinados comportamentos.


As ações educativas são aplicadas no período de um a três dias, dependendo da gravidade, sempre levando em consideração a idade do aluno, para avaliar a infração e determinar a ação educativa.

O início das ações educativas foi anunciado nas reuniões de pais e mestres, realizadas no mês de maio passado. Os pais que não participam das reuniões e da vida escolar de seu filho está infringindo a lei, de acordo com a Portaria nº 001/2014, do Juiz da Infância e da Juventude, Dr. Anderson Royer, da Comarca de Chapadão do Sul.

A Diretora Carina disse que ainda é cedo para uma avaliação técnica, mas os coordenadores e professores já sentiram uma sensível diferença no comportamento de determinados alunos, com um longo histórico de indisciplina na escola.

A aplicação do PROCEV foi proposto pelo Ministério Público Estadual, com apoio do Juizado da Infância, Juventude, Secretaria Municipal de Educação e concordado pelos pais em audiência pública realizada em 2015.

Fonte: Jovemsulnews (Norbertino Angeli)

SIGA-NOS NO Google News