Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Sábado, 25 de Setembro de 2021
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Cassilândia: arrendatário é multado em R$ 10 mil por morte e desnutrição de gado

É o segundo arrendatário em três dias por maus tratos ao deixar gado sem alimento causando mortes de animais em Cassilândia.

Cassilândia Notícias - 01 de agosto de 2021 - 22:58

Cassilândia: arrendatário é multado em R$ 10 mil por morte e desnutrição de gado
Foto: PMA de Cassilândia

Depois de autuar um arrendatário de uma fazenda em Três Lagoas, por maus tratos a 70 cabeças de gado, tendo quatro ido a óbito no dia (30/7), Policiais Militares Ambientais de Cassilândia autuaram hoje (1) pela manhã mais um arrendatário pelo mesmo motivo, desta vez em uma fazenda localizada no município, à margem da BR 158, na altura do km 12, a aproximadamente 15 km da cidade.

A PMA foi ao local e verificou tratar-se de uma fazenda arrendada a um homem de 54 anos, residente em Cassilândia. A equipe verificou que a pastagem estava degradada, em grande parte apresentando somente a terra nua sem gramínea e o gado tinha dificuldades em se alimentar. Segundo um funcionário que realizava serviços gerais no local, havia 520 cabeças de gado na fazenda. 20 animais foram encontrados extremamente debilitados, dois já estavam mortos pela desnutrição e alguns não conseguiam mais se levantar e, até procuravam alimento em um coxo, mas não havia nada para comer no recipiente.

Cassilândia: arrendatário é multado em R$ 10 mil por morte e desnutrição de gado
Animal que não conseguia mais se levantar devido à desnutrição.

A PMA verificou em um barracão que havia alguns blocos de feno, 25 sacas de proteico, algumas sacas de sal, porém não tinham sido disponibilizados para o gado. De qualquer forma, a quantidade de alimento disponível não era suficiente para alimentar todos os bichos nem por um dia. A equipe conseguiu contato com o proprietário que prometeu levar amanhã (2) mais alimento ao gado.

O arrendatário foi autuado administrativamente e foi multado em R$ 10.000,00 por maus tratos às 20 cabeças de gado mais debilitadas e pelas mortes, porém, se os animais não receberem alimento, ele poderá ser autuado e multado novamente, conforme mais animais sejam encontrados debilitados. O autuado também responderá por crime ambiental de maus-tratos, com pena de três meses a um ano de detenção.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA POLÍCIA MILITAR AMBIENTAL – PMMS - (Contato – TENENTE CORONEL EDNILSON PAULINO QUEIROZ) tel. – 3357-1500

SIGA-NOS NO Google News