Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Segunda, 19 de Abril de 2021
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Chapadão do Sul comemora hoje 33 anos de sua emancipação

O município foi colonizado por desbravadores vindos de vários cantos do País.

O Correio News - 23 de outubro de 2020 - 07:20

Chapadão do Sul comemora hoje 33 anos de sua emancipação

Colonizada por desbravadores vindos de vários cantos do País, principalmente dos estados da região sul, Chapadão do Sul comemora neste dia 23 de outubro, 33 anos de sua emancipação política administrativa.
O município tem atualmente mais de 25 mil habitantes e é considerada como uma das melhores cidades para se viver, no País.
No setor agrícola o município de terra fértil, produtora de grãos, (soja, milho, algodão, sorgo, milheto, Cana de Açúcar, girassol, dentre outras culturas) Chapadão do Sul é um dos município que mais investe na tecnologia agrícola, onde são colhidos os maiores índices de produtividades do estado.

HISTÓRIA DO MUNICIPIO

Em 1969, quando chegaram à região os primeiros habitantes vindos do Rio Grande do Sul, percebeu-se que nesses campos planos de terras vermelhas poder-se-ia implantar agricultura mecanizada, o que acabou acontecendo nos anos seguintes. Tornou-se povoado em meados de 1973, quando o senhor Edwino Raimundo Schultz e sua familia resolveu dar inicio a a cidade, recebendo o nome Chapadão dos Gaúchos. Em 1977 passa a fazer parte do atual estado de Mato Grosso do Sul.

Foi emancipado em 27 de outubro de 1987, passando a se chamar Chapadão do Sul. O ex-vereador Sergio dos Santos Karmiczack, com apoio dos demais, apresentou uma Lei Municipal, alterado a data para o dia 23 de outubro para atender um pedido do colonizador e aviador Julio Martins, pelo Dia do Aviador

Agropecuária
Graças ao cultivo inicialmente do arroz, da soja e do milho, surgiu Chapadão do Sul.

Hoje, consolidado o projeto de agricultura altamente tecnificada, produz o município outros produtos como soja, algodão, girassol, nabo forrageiro, Feijão, milho, sorgo, milheto e cana-de-açúcar. São 140 mil hectares de lavouras mecanizáveis.

Chapadão do Sul também conta com um rebanho de 250 mil cabeças de bovinos, em que predomina o gado Nelore, fornecedor de matrizes também para o cruzamento industrial, praticado nas fazendas de atividade mista de agricultura e pecuária.

Resíduos da limpeza de cereais, como a soja, o milho, grãos de produtos menos nobres como o milheto e o caroço do algodão favorecem o confinamento em larga escala na região. Despontaram raças bovinas como o gado Blonde D’Aquitaine, o Angus, o Simental, o Brangus e o Brasford.

Infraestrutura
A cidade dispõe de toda infraestrutura moderna, como escolas públicas, escolas particulares e faculdade de excelente qualidade, cinco instituições bancárias, hospital municipal, empresas para assistência do setor agronômico, rádios, jornais, Sites, provedores de internet, empresas multinacionais ligadas ao campo, comércio amplo e diversificado e prestadores de serviços nas mais diversas áreas.

Fonte Wikipédia