Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Sexta, 19 de Agosto de 2022
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Política

Rose Modesto lança candidatura ao governo de MS pelo União Brasil

Dândara Genelhú e Gabriel Maymone, Midiamax - 23 de julho de 2022 - 08:33

Rose Modesto lança candidatura ao governo de MS pelo União Brasil

Rose Modesto é a primeira a oficializar candidatura ao governo de MS. (Foto: Nathália Alcântara / Midiamax)

Em convenção realizada na noite desta sexta-feira (22), o União Brasil oficializou a candidatura da deputada federal Rose Modesto para disputar o governo de Mato Grosso do Sul nas eleições deste ano. O ex-ministro da saúde, Luiz Henrique Mandetta, foi confirmado como o nome do partido para o Senado.

Com a sede lotada, o União Brasil é o primeiro partido a realizar convenções partidárias em MS.

Estavam presentes na mesa a presidente regional do União Brasil em MS, senadora Soraya Thronicke, a candidata Rose Modesto, o secretário-geral do partido e atual vice-governador Murilo Zauith, o nome da sigla para o Senado, Luiz Henrique Mandetta e o presidente estadual do Podemos - partido que firmou aliança com o União Brasil em MS -, Sérgio Murilo.

"Depois de 44 anos, depois de onze governadores, teremos a oportunidade de ter uma governadora mulher", destacou Rose.

Ela agradeceu a confiança depositada por Soraya Thronicke, que fez o convite para a candidatura e também agradeceu o apoio do presidente do Podemos - aliado do União Brasil -, Sérgio Murilo.

Ainda conforme a candidata, ser governadora se tornou um propósito de vida. "Meu propósito é cuidar, venho fazendo isso desde menina e quero agradecer minha família, pois foi com eles que aprendi a cuidar, a servir. A política é um lugar de gente que gosta de gente, que gosta de cuidar de gente", disse.

Em seu discurso, Rose recordou sua trajetória política, lembrando que já foi vereadora, reeleeita, depois vice-governadora e, por fim, deputada federal, cargo que exerce atualmente. "Me sino pronta, porque minha maior experiência é a experiência de vida", destacou.

rose convencao cheio NA - Rose Modesto lança candidatura ao governo de MS pelo União Brasil

Sede do União Brasil lotada para o lançamento da candidatura de Rose Modesto ao governo de MS. (Foto: Nathália Alcântara / Midiamax)

Também aproveitou para falar sobre o que pensa para governar o Estado. "Um estado tão rico não pode ser tão desigual. A gente vê em Campo Grande milhares de famílias vivendo embaixo de lona e sem conseguir comer três vezes ao dia. Não aceito e jamais vou me calar se saber que moramos em um estado tão lindo quanto esse, mas é o quinto que mais mata mulheres no Brasil", lamentou.

O evento contou com participação virtual do presidente nacional do União Brasil, o pré-candidato à Presidência da República, Luciano Bivar, que destacou o fato de Rose ser a única candidata mulher ao governo do Estado pelo partido em todo o país. "Desejo a você muito sucesso. É muito importante a força que você vai dar para todo o MS e o Brasil sendo governadora", disse.

Vice será anunciado até 15 de agosto

A senador e presidente do diretório regional do União Brasil em Mato Grosso do Sul, Soraya Thronicke, disse que o partido convidou o atual vice-governador de MS, Murilo Zauith - secretário-geral do União Brasil -, para ser vice na chapa de Rose Modesto.

"Ata permite que determino isso [nome do vice] posteriormente. Queremos que todos fiquem confortáveis. É grande a disputa para esse cargo. Iremos anunciar em breve [o vice] e meu convite ao Murilo permanece", destacou Soraya.

soraya uniao brasil NA - Rose Modesto lança candidatura ao governo de MS pelo União Brasil

Presidente regional do União Brasil em MS, Soraya Thronicke. (Foto: Nathália Alcântara / Midiamax)

Ainda conforme a senadora, outros nomes estão 'no páreo', caso o vice-governador recuse o convite. "A construção é interna e não temos essa pressa. Temos 20 dias para retificar ou ratificar nossa convenção. Usaremos isso [prazo] de toda forma", pontuou.

Aceno a Murilo

Há dois dias, em agenda em Dourados, Rose afirmou que queria um vice de Dourados - base de Zauith - ao lado do próprio Murilo. "Se depender de mim, o nome sairá de Dourados", sentenciou.

Murilo não confirmou que seria o indicado para a chapa pela executiva, e deixou no ar. "Penso que possa ser eu, mas por que sempre o Murilo? Pode ser qualquer um que a executiva indicar. Quem indicar e aceitar será o vice"

NR: Saiba mais sobre pré-candidatos ao governo de MS

Marquinhos Trad (PSD)

Marcos Marcello Trad, conhecido como Marquinhos Trad, é ex-prefeito de Campo Grande e pré-candidato a governador de MS pelo PSD. Natural de Campo Grande, Trad é advogado e filho do ex-deputado federal Nelson Trad. Ele já foi presidente do Tribunal de Justiça Desportiva do estado, vereador de sua cidade natal, secretário municipal de Assuntos Fundiários na gestão do prefeito André Puccinelli e exerceu três vezes o mandato de deputado estadual.

André Puccinelli (MDB)

Nascido em Viareggio, na Itália, André Puccinelli é médico, ex-prefeito de Campo Grande e ex-governador do Mato Grosso do Sul por dois mandatos. Também foi secretário estadual da Saúde, deputado estadual por dois mandatos e deputado federal.

Eduardo Riedel (PSDB)

Ex-secretário Infraestrutura de Mato Grosso do Sul, Eduardo Riedel foi lançado como pré-candidato a governador de MS pelo PSDB nas eleições de 2022. Nascido no Rio de Janeiro, é formado em Ciências Biológicas com mestrado em Zootecnia. Nunca concorreu a cargos políticos antes.  Foi vice-presidente e diretor da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e secretário estadual de Governo e Gestão Estratégica por seis anos, de 2015 a 2021.

Capitão Contar (PRTB)

Renan Barbosa Contar, mais conhecido como Capitão Contar, é deputado estadual pelo Mato Grosso do Sul em primeiro mandato e foi anunciado como pré-candidato a governador de Mato Grosso do Sul pelo PRTB. Contar é natural de Campinas (SP) e é capitão de carreira do Exército Brasileiro. Foi filiado ao PSL, mas trocou de partido para disputar o cargo de governador de MS nas eleições de 2022.

Giselle Marques (PT)

Giselle Marques é advogada, professora universitária, doutora em Direito e pós-doutora em desenvolvimento regional. Nascida em Campo Grande, Marques foi secretária Geral da OAB-MS (1999) e também já ocupou os cargos de superintendente do Procon, entre 2004 e 2007,  e de gerente de licenciamento do Instituto de Meio Ambiente do Pantanal (IMAP).

Por Jota Informações

SIGA-NOS NO Google News