Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Quarta, 25 de Maio de 2022
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Roberto Marinho será sepultado à tarde no Rio

Agência Brasil - 07 de agosto de 2003 - 08:45

O corpo do presidente das Organizações Globo, Roberto Marinho, será velado hoje na casa da família, no bairro do Cosme Velho. O velório será aberto às 10h e o sepultamento está previsto para as 16h, no Cemitério São João Batista, na zona Sul da cidade. O jornalista e empresário morreu aos 98 anos no final da noite de ontem, de edema pulmonar. Ele havia sido internado pela manhã no Hospital Samaritano, em Botafogo.
A última aparição pública de Roberto Marinho foi no dia 29 de julho, quando participou de missa comemorativa dos 78 anos de fundação do jornal "O Globo". Ele ocupava a cadeira nº 39 da Academia Brasileira de Letras, que pertencia ao também jornalista Otto Lara Resende e para a qual foi eleito no dia 22 de julho de 1993.
Em nota divulgada na madrugada, a família do jornalista se diz "consternada" e afirma que Roberto Marinho tinha uma "vida reta, dedicada ao trabalho e, fundamentalmente, ao desenvolvimento do Brasil".
Nascido no dia 3 de dezembro de 1904, no Rio de Janeiro, ele era filho do também jornalista Irineu Marinho e de Francisca Pisani Marinho. Estudou na Escola Profissional Sousa Aguiar e nos colégios Anglo-Americano, Paula Freitas e Aldridge, no Rio de Janeiro. Antes de assumir a direção do jornal, em 1931, Roberto Marinho exerceu as funções de copidesque, redator-chefe, secretário e diretor de "O Globo".
Em 1944, com a inauguração da Rádio Globo, começou a formar o conglomerado de empresas de comunicação, que mais tarde se transformaria nas Organizações Globo. Em 1957, ganhou a primeira concessão de TV no Rio de Janeiro e, em abril de 1965, inaugurou a TV Globo.
Casado desde 1984 com Lily de Carvalho, sua terceira mulher, foi com Stela Marinho que o empresário e jornalista teve quatro filhos: Roberto Irineu, José Roberto, João Roberto e Paulo Roberto. Este morreu em 1970, com 19 anos, após acidente de carro na região dos Lagos.(Nielmar de Olivera)
------

SIGA-NOS NO Google News