Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Quinta, 21 de Outubro de 2021
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Pandemia desacelera e governo de MS deixa de publicar boletins diários da covid

Agora, divulgação de dados acontecerá nas segundas, quartas e sextas-feiras

Campo Grande News - 20 de setembro de 2021 - 17:24

Mato Grosso do Sul tem confirmado média de de 5,4 mortes e 140,3 casos de covid-19, a cada 24 horas. Esse é um dos menores índices em toda a pandemia, há algumas semanas tem sido o menor patamar de 2021.

A SES (Secretaria Estadual de Saúde) anunciou hoje que as informações não serão mais divulgadas diariamente em boletins, assim como tem sido desde março do ano passado - serão em três dias da semana.

Dessa forma, nas segundas-feiras será publicado balanço entre sexta-feira, sábado e domingo, de forma condensada. Na quarta-feira será publicado balanço de segunda-feira e terça-feira, na sexta-feira será de quarta-feira e quinta-feira.

“Temos dificuldades com o Ministério da Saúde, tendo em vista que há uma instabilidade sempre”, alegou o secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, sobre essa alteração.

Boletim epidemiológico mais recente pode ser conferido por meio deste link. Foram inseridas nove vítimas de coronavírus, além de pouco mais de 300 casos novos. O índice de ocupação de UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) está ajustado em aproximadamente 23%.

Esse é um sinal evidente de que a pandemia, na visão dos gestores estaduais, tem reduzido de forma expressiva, nas últimas semanas. Outras doenças, tais como a dengue ou influenza, têm publicações em períodos ainda maiores, que vão até a 30 dias.

Em dado momento, inclusive, as lives eram diárias, mesmo em finais de semana, mas reduziram para dias úteis e depois passaram a ser às segundas, quartas e sextas-feiras.

Imunidade coletiva - Um dos fatores apontados pelo governo é o avanço da vacinação na população do Estado. Ainda que especialistas são contrários a uma definição concreta da imunidade coletiva, o titular da SES defende que Mato Grosso do Sul já beira os índices adequados nesse quesito.

“Muitos apontam para 70% de vacinado com as duas doses ou dose única. Alguns apontam 80%. Colocamos esse marco [de 70%] e atingimos 7, mas queremos avançar cada vez mais para que no início de outubro a gente alcance 80%”, diz o secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende.

Cerca de 75,5% da população total se vacinou com uma dose, enquanto 53,2% estão imunizados., Desde o início da pandemia, mais de 371,8 mil pessoas foram infectadas pela doença em MS, sendo que 9.506 morreram.

SIGA-NOS NO Google News