Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Sábado, 27 de Novembro de 2021
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Mulheres mortas em acidente na BR-163 eram professoras

Aline dos Santos e Paulo Fernandes / Campo Grande News - 07 de abril de 2006 - 16:10


As duas pessoas mortas no acidente entre dois caminhões na BR-163, próximo ao distrito de Anhandui, no KM 425, foram identificadas como Lourdine Zalete Pimentel, 57 anos, e Nilze Robertini de Almeida. Ambas eram professoras e viajavam como carona no caminhão de boiadeiro (placas HQG-5705, Campo Grande), conduzido por João Martins. Elas moravam em Anhandui e, diariamente, vinham dar aulas em Campo Grande.

Segundo o motorista Gilberto Menezes Coelho, que testemunhou a colisão, o veículo de João colidiu na traseira de um caminhão (placas CLH-0047, Jales, São Paulo), que estava parado na pista. Gilberto relata que eles viajavam e um comboio de quatro caminhões e se dirigiam para uma fazenda no município de Nova Alvorada do Sul.

De acordo com ele, quando o primeiro motorista avistou o veículo parado na pista alertou, via rádio, os colegas, mas o caminhão de José não possuía o dispositivo. José acabou colidindo na traseira do veículo. “Estávamos a menos de 80 km/h”, frisa Gilberto.

Sebastião Ferreira Filho, motorista auxiliar do caminhão que estava parado no meio da pista, foi levado para o hospital de Anhandui. O motorista, ainda sem identificação, também foi encaminhado para lá. João Martins foi trazido para Campo Grande. Os caminhões estão no acostamento; a pista está interditada no sentido Campo Grande a Anhandui, a perícia e a PRF (Polícia Rodoviária Federal) estão no local.

SIGA-NOS NO Google News