Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Sábado, 27 de Novembro de 2021
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Moka pode entrar no Supremo para garantir liderança

Leandro Calixto/Campo Grande News - 11 de abril de 2006 - 10:20

O deputado federal Waldemir Moka (MS) estuda entrar com um recurso no Supremo Tribunal Federal (STF) para legitimar sua vitória como líder da bancada do PMDB. Na semana passada, Moka superou o candidato ligado ao governo, o deputado Wilson Santiago (PB), por 35 votos a quatro. Só que a mesa diretora da Câmara não reconheceu a assinatura do deputado Geddel Vieira Lima. Ontem, Moka aguardava a divulgação do recurso que entrou na própria mesa para reconhecer sua vitória. “Mas fique sabendo que recurso foi negado. Então, vou conversar com toda bancada hoje para ver o que iremos fazer. Entrar com recurso no Supremo pode ser uma possibilidade”, declarou o deputado há pouco para o Campo Grande News.

Segundo Moka, o próprio deputado Geddel assumiu que a assinatura era dele. Outra alternativa, segundo o deputado, seria buscar um outro nome para assumir a liderança da bancada do partido. A partir das 15 horas, Moka deve se reunir com os deputados do partido. “Talvez podemos buscar um nome de consenso. Mas existe um sentimento da bancada que eu continue lutando para legitimar a vitória. O problema é que tudo isso está prejudicando muito o partido. Temos que lembrar que o PMDB continua sem líder”, completou Moka.

A disputa pela liderança da bancada da legenda vem ocorrendo há mais de um mês. De acordo com Moka, o presidente da Câmara, o deputado Aldo Rabello (PC do B-SP), vem fazendo de tudo para que ele não assuma a bancada. “O Aldo é ligado ao governo. Então, eles sabem que se eu assumir terei uma posição independente”, finalizou o deputado

SIGA-NOS NO Google News