Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Domingo, 26 de Setembro de 2021
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Confira os resultados do Brasil Open, até agora

Agência Brasil - 11 de setembro de 2003 - 10:42

Apesar de todo o empenho, o mineiro André Sá e o gaúcho Franco Ferreiro não conseguiram avançar no Brasil Open 2003. Sá não fez frente ao tênis regular e ofensivo do alemão Rainer Schuettler por 6/2 e 6/0, e Ferreiro chegou a ter três match points antes de permitir a virada do dinamarquês Kenneth Carlsen, cabeça 8, por 4/6, 6/4 e 7/6 (13/11).

"No primeiro set, Sá teve chance no quinto game e acho que esse foi o ponto crucial da partida", avaliou o alemão, que marcou seis aces na partida contra dois do brasileiro. Para ele, o calor de 28 graus e a torcida não atrapalharam: "Até prefiro jogar embaixo do sol e ter o público contra, é coisa normal", afirmou o vice-campeão do Aberto da Austrália. Schuettler não quer saber de favoritismo. "Foi apenas o primeiro jogo, estou muito longe do título. Tenho de pensar cada jogo". O número 8 do mundo e cabeça-de-chave número 1 agora vai enfrentar o norte-americano Paul Goldstein.

André Sá lamentou a derrota. "Esse jogo resumiu o que foi o ano pra mim: tive três ou quatro break points, mas não consegui aproveitar. Isso contra alguém do ritmo do Schuettler é difícil para buscar uma reação. Está me faltando confiança e só vou recuperá-la com vitórias", disse ele, que na temporada conviveu com derrotas nas primeira e segunda rodadas. "Agora vou pensar na Copa Davis, que passa a ser a competição mais importante pra mim", prosseguiu o mineiro, que integra a equipe brasileira para o confronto com o Canadá, de 19 a 21 deste mês, em Calgary, pelo playoff do Grupo Mundial.

Já Ferreiro, convidado dos organizadores, fez um jogo eletrizante contra o experiente Kenneth Carlsen, de 30 anos. O jogo havia sido interrompido no segundo game do segundo set há dois dias. No reinício, Carlsen manteve a vantagem até fechar a segunda série. No set final, Ferreiro abriu 3/0 antes de permitir a reação do adversário. O jogo seguiu equilibrado até o tie-break, quando então os dois revezaram-se nas oportunidades e tiveram de ser atendidos devido à câimbra. Ferreiro teve três match points, sempre no saque adversário, e salvou outros três com seu serviço antes de cair numa dupla falta. Carlsen enfrenta nas oitavas o australiano Wesley Moodie.

A surpresa da rodada foi a eliminação do chileno Fernando González, cabeça 4 e 20º do mundo. Ele caiu diante do norte-americano Eric Taino, por 6/7 (5/7) e 5/7 e manteve a sina de nunca ter se saído bem na Costa do Sauípe. Taino, mero 147º do ranking, joga agora contra o argentino Gastón Etlis, saído do quali, que virou o jogo em cima do norte-americano Brian Vahaly, por 1/6, 6/2 e 6/3.

O cabeça 2 do Brasil Open, o holandês Sjeng Schalken, levou um susto, mas eliminou o francês Cyril Saulnier, por 7/6 (7/4), 2/6 e 6/3. Atual 13º do ranking, o holandês perdeu a calma várias vezes na partida, a ponto de ser advertido por destruir uma raquete. Seu adversário das oitavas será outro francês, Gregory Carraz, que passou pelo alemão Alexander Popp, 6/1, 4/6 e 6/1.

Outro jogo definido pelas oitavas-de-final envolverá o norte-americano Vincent Spadea, cabeça 5, e o chileno Hermes Gamonal. Num belo jogo, Spadea eliminou o argentino Guillermo Cañas, que retorna ao circuito depois de oito meses de ausência devido a contusões, por 6/4 e 7/5, e Gamonal bateu o colombiano Michael Quintero, por 7/6 (7/0) e 6/2.

Confira todos os resultados da primeira rodada do Brasil Open até este momento:

Rainer Schuettler (ALE/1) v. André Sá (BRA), 6/2 6/0

Sjeng Schalken (HOL/2) v. Cyril Saulnier (FRA), 7/6(4) 2/6 6/3

Eric Taino (EUA) v. Fernando González (CHI/4), 7/6(5) 7/5

Vincent Spadea (EUA/5) v. Guillermo Cañas (ARG), 6/4 7/5

Juan Ignacio Chela (ARG/6) v. Todd Larkhan (AUS), 6/4 2/6 6/1

Kenneth Carlsen (DIN/8) v. Franco Ferreiro (BRA), 4/6 6/4 7/6 (11)

Hermes Gamonal (CHI) v. Michael Quintero (COL), 7/6(0) 6/2

Gregory Carraz (FRA) v. Alexander Popp (ALE), 6/1 4/6 6/1

Gastón Etlis (ARG) v. Brian Vahaly (EUA), 1/6 6/2 6/3

SIGA-NOS NO Google News