Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Quarta, 1 de Dezembro de 2021
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Calote no cheque atinge maior patamar em 11 meses

Fernanda Mathias e Aline Santos - 11 de abril de 2006 - 16:36

No mês de março os valores atingidos pelos cheques devolvidos por falta de fundos em Mato Grosso do Sul foram os maiores desde maio de 2005, segundo revela o acompanhamento feito mensalmente pelo Banco Central. São R$ 155,8 milhões, 75,25% a mais que em fevereiro último e 41% a mais que os R$ 110 milhões de prejuízos causados pelos cheques sem fundo em janeiro.

Ainda assim, o montante é menor que os R$ 163,2 milhões em cheques devolvidos no mês de março do ano passado. No primeiro trimestre deste ano, o prejuízo gerado pelos cheques sem fundos já soma R$ 355 milhões contra R$ 346 milhões no primeiro trimestre de 2005.

O número de cheques sem fundos que voltou no primeiro trimestre deste ano é de 414,2 mil, de um total transitado de 5,3 milhões de folhas em Mato Grosso do Sul, o que significa que a inadimplência é de 7,8%. Em número de folhas devolvidas por ausência de fundos houve aumento de 13%, considerando 365,3 mil no primeiro trimestre de 2005.

SIGA-NOS NO Google News