Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Quinta, 20 de Junho de 2024
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Bernal e Giroto disputam voto de 561 mil eleitores em Campo Grande

Mariana Jungmann, Agência Brasil - 25 de outubro de 2012 - 17:19

Brasília - Os eleitores da capital sul-mato-grossense voltam às urnas neste domingo (28) para decidir quem administrará o município a partir de 1º de janeiro do ano que vem. Disputam o cargo de prefeito de Campo Grande, em segundo turno, Alcides Bernal, do PP, e Edson Giroto, do PMDB.

Natural de Corumbá, Mato Grosso do Sul, Bernal foi o mais votado no primeiro turno, com 176.288 votos, o equivalente a 40,18% do total apurado. É jornalista, radialista e advogado e já exerceu dois mandatos de vereador em Campo Grande. Atualmente, é deputado estadual. Aos 47 anos, Bernal disputa a prefeitura pela primeira vez.

O adversário de Alcides Bernal é o deputado federal Edson Giroto, que recebeu 122.813 votos no primeiro turno, o equivalente a 28% do total. Giroto também disputa a prefeitura de Campo Grande pela primeira vez. Engenheiro, Giroto nasceu em Oscar Bressane, São Paulo, tem 53 anos e já foi secretário municipal de Obras na capital sul-mato-grossense.

Em Mato Grosso do Sul, somente Campo Grande, com 561.620 eleitores, tinha possibilidade de decidir a eleição municipal em segundo turno. A segunda rodada de votação é realizada nos municípios com mais de 200 mil eleitores quando nenhum dos candidatos consegue metade mais um dos votos.

O futuro prefeito administrará um Produto Interno Bruto (PIB) de R$ 11,6 bilhões, a maior parte proveniente dos setores de serviços e comércio (R$ 7,8 bilhões). A agricultura também tem papel de destaque na economia do município. Apesar de a agropecuária responder por apenas R$ 107,8 milhões do PIB, Campo Grande é o quarto maior produtor de leite do país e tem o terceiro maior rebanho suíno do estado.
Edição: Nádia Franco

SIGA-NOS NO Google News