Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Sábado, 18 de Setembro de 2021
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Artigo: Pensar na morte é garantia de vida bem vivida

* Eliane Quintella - 08 de novembro de 2012 - 07:48

Todo mundo já ouviu dizer que devemos aproveitar hoje, pois do amanhã não sabemos. Mas como fazer para realmente seguir isso à risca? A resposta é: pense na morte.

Não estou propondo nada mórbido, muito pelo contrário, pensar na morte é a garantia da vida bem vivida. Exatamente isso. A certeza de que morremos faz com que lutemos pelo que realmente queremos e desfrutemos o tempo que nos resta aqui na Terra da melhor forma possível.

A morte, poucos sabem disso, não é apenas o destino que a todos aguarda, mas também é nossa aliada, pois é ela que nos dá a melhor resposta toda vez que estamos perdidos e define o melhor caminho a ser seguido. Você vive um grande dilema? Precisa tomar uma decisão importante em sua vida? Pense na morte. Ela lhe lembrará que seu tempo é curto e mostrará o que realmente importa para você.

Seu tempo aqui não é eterno, assim, como a morte abriu caminho para você, abrirá caminho para os mais jovens que você. A morte é a renovação da vida, é ela que grita ao seu ouvido todo dia: aproveite aqui e agora.

O presente vivido na sua melhor forma garante o melhor futuro e é esse segredo que muitos não conhecem. É a luta diária e constante por aquilo que você realmente quer, é cada segundo vivido na sua maior intensidade que faz a vida realmente valer a pena.

Sinceramente, preocupações em demasia com o futuro só fazem você deixar de aproveitar o presente e, mais do que isso, desperdiçam um tempo valioso que você não tem e que deveria estar sendo usado para fazer aquilo que ama.

Portanto, não perca tempo vivendo uma vida que não é sua, que disseram que você deveria viver, fazendo aquilo que não gosta ou se matando para cumprir uma rotina que não faz sentido para você.

Há pessoas por aí respirando, mas há poucas vivendo para valer. Pense que tempo desperdiçado não é tempo vivido. Agora reflita quanto tempo da sua vida você realmente viveu? Quanto tempo você morreu? A resposta não lhe agradou? Não se martirize, o que passou, passou. Ficar remoendo o passado não é aproveitar a vida. Para o futuro, ou melhor, para o presente, lembre-se apenas de pensar na morte.

*Autora: Eliane Quintella é escritora (http://pactosecreto.wordpress.com).


Sobre a autora

Eliane Quintella nasceu em São Paulo (SP), é formada em Direto e mestre em Direito Processual Civil. Trabalhou em escritórios de advocacia e foi gerente jurídica de uma grande empresa alimentícia. Pediu demissão do cargo após o lançamento do seu livro Pacto Secreto (Ed. Novo Século), para se dedicar de corpo e alma à vida de escritora.
http://pactosecreto.wordpress.com

SIGA-NOS NO Google News