Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Segunda, 15 de Agosto de 2022
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Apicultura é uma possibilidade de mercado de trabalho

Juliana Turatti - 20 de maio de 2006 - 08:44

O mercado ainda está em expansão. Hoje o Mato Grosso do Sul tem uma produção de 350 toneladas de mel por ano e conta com uma média de 1.500 apicultores com o total de 30 mil colméias. Para se ter uma idéia no ano passado, 180 toneladas de mel aqui do estado foi exportado para os países europeus. Números animadores para o Dia do Apicultor, comemorado no dia 22 de maio.

O mel predominante na região são das flores de cipó-uva, camboatã, anjico, arrueira sucupira, que tem a cor clara, são considerados de boa qualidade por terem origem de várias flores silvestres, chamados de mel poliflorada.
Esse mel é diferente ao de outras regiões que são de uma só flor (monoflorada). O mel de várias flores é considerado mais saboroso, rico em aminoácidos e vitaminas.

Para iniciar sua produção de mel são recomendadas 10 colméias e, para ter somente essa fonte de sustento, o número cresce para cerca de 350 colméias.
Para buscar qualidade no produto, o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural - Administração Regional de Mato Grosso do Sul (SENAR-AR/MS) oferece cursos como Manejo Básico de Colméias e Produção de Rainha e Geléia Real. Os cursos possibilitam aos produtores aprender as formas adequadas de manejo do mel e evitar que problemas quanto à qualidade do produto sejam entraves para a exportação do produto.

Através das capacitações é possível também mostrar para os apicultores que há alternativas na própria atividade, como: própolis, pólen, geléia real e cera.







SIGA-NOS NO Google News