Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Quarta, 12 de Maio de 2021
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Amplavisão: Os projetos locais e a sucessão presidencial

Coluna é assinada pelo advogado e jornalista Manoel Afonso.

Manoel Afonso - 23 de abril de 2021 - 10:30

Amplavisão: Os projetos locais e a sucessão presidencial

PONTO FINAL: Quando Fahad Jamil se dedicava ao contrabando de café, tido como simples calote ao fisco, a opinião pública era condescendente até com seus tentáculos na política. Mas depois que ele embarcou no tráfico de drogas tudo mudou. Como no final daqueles filmes de aventuras – o ‘bem’ acaba vencendo. E deu no que deu.

NOVOS TEMPOS? Eu não arriscaria a confirmar essa tese, mas de uns tempos para cá – fatos antes improváveis ocorreram aqui. Figuras ‘impolutas’, intocáveis, acabaram na cadeia ou tiveram seus nomes ligados a pratica de crimes diversos. O cidadão de mediana inteligência faz a leitura do que lê ou ouve e chega a ‘conclusões óbvias’.

OPINIÃO: “ ( ) O fato é que, apesar de não parecer ( e não parece mesmo), um Lula quase octogenário concorrendo pelo terceiro mandato de presidente deste Brasil varonil é uma oportunidade que, com alguma sorte e um pouco de juízo, não desperdiçaremos. Parafraseando Jane Fonda, Lula candidato é um presente de Deus para a direita. Só não vê quem não quer…” ( Paulo Polzooff Jr. / Gazeta do Povo)

CANALHA: Adjetivo pesado que requer muito cuidado no seu emprego. Assistindo as entrevistas do ex-ministro Ciro Gomes (PDT), impressiona o abuso no uso deste termo para atacar outros políticos. Baita incoerência de quem deveria passar a imagem de candidato equilibrado e preparado ao diálogo nacional. Com tanta acidez não agrega.

DEPUTADOS & AÇÕES: Paulo Corrêa (PSDB); porta voz da construção do Centro de Reabilitação da Segurança; integrará a comissão estadual da Lei de Licitação; quer adquirir unidade móvel do Hemosul. Zé Teixeira (DEM); Atendido pelo Governo seu pedido de revitalização da MS-156 entre Dourados e Itaporã. Lucas de Lima (Sol): atuante também nas redes sociais em defesa do meio ambiente, animais e prevenção da Covid-19; em alta no circuito artístico. Cabo Almi (PT): Lembrou o Dia de Tiradentes, patrono da Polícia Militar exaltando o trabalho de seus valorosos integrantes. Pedro Kemp (PT): tem projeto pelo uso de embalagem transparente para alimentos in natura.

VALE TUDO! A ordem de Lula é priorizar a sua candidatura. Nos Estados o PT até abrirá mão de candidatura própria em prol de nomes fortes de outras siglas que apoiem o ex-presidente. Aqui no Estado poderemos ter uma situação surrealista e que provoca risos irônicos por antecipação. Mas lembro: Engolir sapos faz parte do jogo político.

A PROPÓSITO: Com a decisão do STF questiona se a absolvição de Lula garante o perdão do eleitor pelos atos denunciados no processo (com falhas técnicas) mas sem apreciação do mérito. No imaginário popular valem sim as delações, as apreensões de dinheiro e a conclusão de que a corrupção existiu mesmo Lula ‘não sabendo de nada’.

ENFIM...Não se apaga a história verdadeira com uma simples canetada anulando processos e decidindo pela parcialidade do Juiz Moro. A imagem do STF para a opinião pública brasileira é péssima. É o inverso do que o brasileiro pensa do magistrado que empreendeu a maior operação contra a corrupção do dinheiro púbico. O STF quer transformar em vilão o nosso herói Moro desmontando a Lava Jato.

MEMÓRIA: A Lava Jato gerou 278 sentenças e recuperou R$4,3 bilhões (1/3 do total desviado) na maioria através de acordos penais e delações premiadas. Agora, centenas de condenados e réus já planejam ações para reverter a situação. Lembro: São 7 os ministros nomeados pelos dois governos do PT e que tem retribuído com gratidão impar votando também pelo desmonte da Lava Jato.

CARLOS MARUN: Em entrevista o ex-ministro defende uma posição mais ativa dos partidos do centro, inclusive do MDB. Alegou que ‘o Governo Temer é uma obra inacabada’, dando margem à várias interpretações. Nos bastidores fala-se que o Planalto teria solicitado a vaga de Marun no Conselho da Itaipu Binacional para acomodar novos acordos políticos com o ‘Centrão’.

CONVENIÊNCIA: É notória a posição impoluta de Marun quando se trata de defender o ex-presidente Temer e o deputado Eduardo Cunha, ambos do MDB. Mas até aqui ele tem evitado entrar na discussão do mérito da prisão e processos (Lama Asfáltica e cia) contra o ex-governador Puccinelli – seu outro padrinho. Não dá murro em ponta de faca, escolhe onde pisa.

AÇÕES & DEPUTADOS: Lidio Lopes (Patri): tem sido portador dos anseios de vereadores e prefeitos do cone sul e da costa leste também na luta anti Covid. Marçal Filho (PSDB): ativo nas sessões; mantem proximidade com a população carente. Mara Caseiro (PSDB); cobrou recapeamento entre Tacuru/Sete Quedas; pediu doação de computadores e impressos para escola de Dois Irmãos do Buriti; Neno Razuk (PTB): Destacou a importância da vacinação anti-covid nas aldeias; cobrou do Governo a aquisição de 200 aparelhos de ventilação contra a covid; Antonio Vaz (REP): autor do projeto que cria o ‘Abril Azul’ para conscientização social do autismo e atuante presidente da Comissão de Saúde.

PERGUNTAS: Qual seria a posição do DEM local em 2022? Quais das suas figuras teriam maior cacife? O ex-ministro Luiz H. Mandetta teria musculatura para liderar o partido contra o Planalto no MS? Os deputados Zé Teixeira e José C. Barbosa, concordariam com Mandetta? A ministra Tereza Cristina ficaria onde e como neste quadro? E o que dizer do distante e silencioso vice governador Murilo Zauith?

1-OBSERVAÇÕES: Dependendo de seu estado de saúde após o Covid-19 – pode ser que Murilo Zauith nem assuma o Governo 6 meses antes do pleito, abrindo o caminho para o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Paulo Correia. Tudo é possível, dependendo do quadro nacional, de pesquisas e de outros fatos até abril de 2022, prazo final para desincompatibilização.

2-OBSERVAÇÕES: Ninguém perguntou ao deputado Paulo Correia (PSDB) se ele já teria pensado na hipótese de assumir o Governo. Experiente e habilidoso na sua postura e declarações à imprensa ele certamente responderia que está concentrado na missão da presidência e viabilizar o apoio político ao Governo Estadual. Mas é claro – aceitaria!

3-OBSERVAÇÕES: Questiona-se também a real posição do clã Trad; desde a união de seus membros até as suas pretensões individuais. O prefeito Marquinhos Trad (PSD) continuaria no cargo; o deputado Fábio Trad (PSD) tentaria a reeleição – e por fim o senador Nelsinho (PSD), hoje com visibilidade pelo seu desempenho e que tem reiterado a disposição de disputar o Governo.

DEPUTADOS & AÇÕES: Capitão Contar (PSL): atuante nas sessões e nas redes sociais sobre o emprego do dinheiro do Governo Federal no combate ao Covid-19. Evander Vendramini (PP): sugere convenio do Estado & Exercito para uso de UTIs contra o Covid-19 Gerson Claro (PP); requer prioridade da vacinação (Covid) dos trabalhadores do SUAS; deu aval na CCJR ao PL de reestruturação do Governo. João Henrique (PL); com base na Agência Nacional da Saúde seu projeto obriga imediata autorização pelos planos de saúde do exame RT-PCR para diagnostico do Covid-19. José C. Barbosa (DEM): denuncia a falta de médicos e leitos na UTI em Dourados; acompanha a tramitação do seu pedido de implantação da Perimetral Sul em Dourados.

DE TIRAR O CHAPÉU: As ações do Governo Estadual vem beneficiando direta e indiretamente todos os segmentos. Além das obras físicas, a administração investe na parte social. Esse programa que vai beneficiar 100 mil famílias é uma resposta positiva aos estragos do Covid-19. Em plena pandemia o Estado vai superando seus recordes.

‘DIVÓRCIO’: Já foi melhor a relação do ex-governador Puccinelli e a senadora Simone Tebet, ambos do MDB. Tudo começou quando ela desistiu de tentar o Governo em 2018, embora tivesse antes confirmado a candidatura ‘sensibilizada com a situação degradante’ do ex-governador que ela visitara na prisão. É de se lembrar que a eleição dela ao Senado teve a mão milagrosa de Puccinelli.

ENERGIA E ESPERANÇA’: Hoje em dia estamos ausentes/Do nosso convívio do dia a dia/Com nossos amigos, nossos parentes/As pessoas que nos davam alegria/Agora só vemos nas redes sociais/A verdade é que somos sobreviventes/Dessa agonia/Dessa pandemia/Mas há uma energia que nos leva em frente/A esperança de retornarmos um dia/Aos bons e velhos tempos normais. (Carlos A. Behar – Zero Hora)

PILULAS DIGITAIS:

A fronteira se livra de Fahad Jamil, mas cai nas mãos do PCC.

Se os homens fossem anjos, não precisariam de governos. (James Madison)

Após 2 meses, ainda sem noticias do estado de saúde do vice governador Murilo Zauth.

A política não é a arte do possível. Consiste em escolher entre o desastroso e o intragável. ( John K. Galbraith)

SIGA-NOS NO Google News