Cassilândia, Quarta-feira, 23 de Maio de 2018

Últimas Notícias

24/09/2004 07:42

Votação do fim da assinatura básica pode ser agilizada

Agência Câmara

A Câmara Legislativa do Distrito Federal manteve, ontem, a proibição da cobrança da assinatura básica da telefonia e taxas de consumo mínimas de água e energia elétrica. A decisão abre uma brecha para que a Câmara dos Deputados aprove o Projeto de Lei 5476/01, apresentado pelo deputado Marcelo Teixeira (PMDB-CE), que acaba com a assinatura básica.
A matéria está em análise na Casa desde 2001, mas agora pode ser agilizada. No último dia 15, a Comissão de Defesa do Consumidor aprovou requerimento em que os deputados solicitam que a matéria seja apreciada em regime de urgência.

Campanhas na mídia
Para o deputado Celso Russomano (PP-SP), autor do requerimento de urgência, a cobrança da assinatura básica é inconstitucional. "A Comissão já recebeu mais de 20 mil pedidos de todo o País para que se acabe logo com essa cobrança, que contraria o direito do consumidor".
Russomano cita as campanhas publicitárias milionárias veiculadas pelas empresas de telefonia para afirmar que o setor não passa por dificuldades financeiras. “Você liga a televisão ou vai às cidades mais badaladas do Brasil e só vê patrocínio dessas empresas. Será que a situação delas está tão ruim? Por que elas estão gastando tanto? Então, nada justifica a cobrança da assinatura básica, que nem tem amparo legal".



Tramitação
O projeto, já aprovado pela Comissão de Defesa do Consumidor, será analisado ainda pelas comissões de Ciência, Tecnologia, Comunicação e Informática; e de Constituição e Justiça e de Cidadania, antes de ser apreciado em Plenário.



Reportagem - Marcelo Rech
Edição - Ana Felícia

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 23 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Terça, 22 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Segunda, 21 de Maio de 2018
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)