Cassilândia, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

12/08/2005 07:12

Volume de medicamentos genéricos vendidos cresce 21%

Arthur Braga - Agência Brasil

O volume de medicamentos genéricos vendidos entre janeiro e julho deste ano foi 21% que o do mesmo período do ano passado. Já o faturamento das empresas do setor . atingiu US$ 300,6 milhões, uma alta de 47% na comparação com mesmo período em 2004 (US$ 204 milhões). O levantamento foi realizado pelo IMS Health, instituto que audita o setor. De janeiro a junho de 2005, foram comercializados 70,6 milhões de unidades ante 58,5 milhões no mesmo período em 2004.

Para Vera Valente, diretora-executiva da Associação Brasileira das Indústrias de Medicamentos Genéricos (Pró Genéricos), o que vem motivando o crescimento do setor "é a confiança do consumidor no uso desse medicamento mais barato e com a mesma qualidade do medicamento de marca".

"O consumidor percebeu que pode economizar em torno de 50% até 70% na compra de um medicamento genérico", completou.

O medicamento genérico que contém o mesmo princípio ativo do medicamento de marca entrou no mercado brasileiro em fevereiro de 2000. E com base na análise mensal que compara a participação do segmento genérico no mercado total da indústria farmacêutica, em junho deste ano o setor fechou o mês com 11,5% do volume de unidades vendidas, percentual 21% maior na comparação com junho do ano passado com 9,5%. No item valor, os genéricos movimentaram 9,1% em junho, mostrando um crescimento percentual de 16% contra os 7,8% no mesmo mês de 2004. A substância Amoxicilina (antibiótico), é o genérico mais vendido entre as opções do segmento.

Vera Valente ressaltou que os grandes consumidores de genéricos são os portadores de doenças crônicas.Entre os medicamentos genéricos de uso contínuo, a substância Atenolol para o tratamento da hipertensão cresceu 40% no número de unidades vendidas nos últimos cinco anos. A substância Metformina, para o tratamento do diabetes, cresceu 66% no número de unidades vendidas, nos últimos cinco anos.

Vera Valente lembrou que de acordo com estudo feito pelo setor de genéricos, o consumidor brasileiro economizou cerca de R$ 2,7 bilhões nesses cinco anos, ao deixar de comprar medicamentos de marca.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)