Cassilândia, Terça-feira, 26 de Setembro de 2017

Últimas Notícias

11/05/2007 18:28

Vereador preso ao tentar extorquir presidente de Câmara

Humberto Marques/campo Grande News

O vereador Genildo Mendes (PT), de São Gabriel do Oeste, foi preso na manhã desta sexta-feira (11 de maio) após flagrante de extorsão contra a presidente da Câmara dos Vereadores daquele município, Maria Marilene Zatti (PMDB), de quem o detido exigiu R$ 20 mil para cessar com denúncias contra a chefe do Legislativo. A prisão foi efetuada por uma equipe do Unicoc (Unidade Integrada de Combate ao Crime Organizada) e do Gaeco (Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado), com apoio do Ministério Público Estadual e da Polícia Civil de São Gabriel do Oeste.

Maria Zatti informou as autoridades na noite de ontem (quinta-feira, 10) que Genildo Mendes exigia R$ 20 mil para parar com denúncias que ele levantara sobre a cessão da vereadora – que é professora municipal – para o Coredes Norte (Conselho Regional de Desenvolvimento da Região Norte). O caso foi apresentado ao promotor de Justiça Alexandre Magno Benites Lacerda e ao delegado Gustavo Ferraris, que solicitaram apoio ao Unicoc. O MPE conseguiu do juiz Atílio César Júnior autorização para gravar o flagrante com câmeras escondidas e sistema de áudio.

Na manhã desta sexta-feira, a vereadora Maria Zatti se encontrou com Genildo Mendes na Câmara dos Vereadores, por volta das 11h. Durante a reunião, monitorada pelo Unicoc, o acusado afirmou que se a presidente da Câmara pagasse os R$ 20 mil, ele pararia com as denúncias. Após receber o dinheiro, Mendes recebeu voz de prisão em flagrante.

O promotor Lacerda informou que o vereador será denunciado pelos crimes de concussão (que prevê pena máxima de oito anos), improbidade administrativa e conduta antiética, podendo ser submetido a processo de cassação. Ele foi levado para a cela masculina existente no Presídio Feminino de São Gabriel, onde permanecerá até ser ouvido. Depois, o vereador será transferido para Campo Grande.

Conforme informações do MPE, Mendes teria intensificado a “pressão” contra a vereadora a partir de 17 de abril. Maria Zatti foi denunciada ao Ministério Público pelo vereador preso, por conta de sua cessão, por parte do município, para atuar no Coredes Norte. O fato é encarado como uma discussão administrativa pelo Ministério Público, e segundo o promotor, continuará a ser investigado de forma independente.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 26 de Setembro de 2017
Segunda, 25 de Setembro de 2017
10:00
Receita do dia
Domingo, 24 de Setembro de 2017
18:01
Município suspende aulas
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)