Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

11/05/2007 18:28

Vereador preso ao tentar extorquir presidente de Câmara

Humberto Marques/campo Grande News

O vereador Genildo Mendes (PT), de São Gabriel do Oeste, foi preso na manhã desta sexta-feira (11 de maio) após flagrante de extorsão contra a presidente da Câmara dos Vereadores daquele município, Maria Marilene Zatti (PMDB), de quem o detido exigiu R$ 20 mil para cessar com denúncias contra a chefe do Legislativo. A prisão foi efetuada por uma equipe do Unicoc (Unidade Integrada de Combate ao Crime Organizada) e do Gaeco (Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado), com apoio do Ministério Público Estadual e da Polícia Civil de São Gabriel do Oeste.

Maria Zatti informou as autoridades na noite de ontem (quinta-feira, 10) que Genildo Mendes exigia R$ 20 mil para parar com denúncias que ele levantara sobre a cessão da vereadora – que é professora municipal – para o Coredes Norte (Conselho Regional de Desenvolvimento da Região Norte). O caso foi apresentado ao promotor de Justiça Alexandre Magno Benites Lacerda e ao delegado Gustavo Ferraris, que solicitaram apoio ao Unicoc. O MPE conseguiu do juiz Atílio César Júnior autorização para gravar o flagrante com câmeras escondidas e sistema de áudio.

Na manhã desta sexta-feira, a vereadora Maria Zatti se encontrou com Genildo Mendes na Câmara dos Vereadores, por volta das 11h. Durante a reunião, monitorada pelo Unicoc, o acusado afirmou que se a presidente da Câmara pagasse os R$ 20 mil, ele pararia com as denúncias. Após receber o dinheiro, Mendes recebeu voz de prisão em flagrante.

O promotor Lacerda informou que o vereador será denunciado pelos crimes de concussão (que prevê pena máxima de oito anos), improbidade administrativa e conduta antiética, podendo ser submetido a processo de cassação. Ele foi levado para a cela masculina existente no Presídio Feminino de São Gabriel, onde permanecerá até ser ouvido. Depois, o vereador será transferido para Campo Grande.

Conforme informações do MPE, Mendes teria intensificado a “pressão” contra a vereadora a partir de 17 de abril. Maria Zatti foi denunciada ao Ministério Público pelo vereador preso, por conta de sua cessão, por parte do município, para atuar no Coredes Norte. O fato é encarado como uma discussão administrativa pelo Ministério Público, e segundo o promotor, continuará a ser investigado de forma independente.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)