Cassilândia, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

05/04/2014 10:26

Veja a biografia do ator José Wilker, que faleceu hoje

Pure People
Veja a biografia do ator José Wilker, que faleceu hoje

Nascido em Juazeiro do Norte, no Ceará, José Wilker é um diretor, escritor, crítico de cinema e é considerado uma das figuras mais consagradas da teledramaturgia brasileira. Ganhou fama com o protagonista Mundinho Falcão em "Gabriela", romance de Jorge Amado, em 1975. Em 2012, atuou no remake da novela, desta como o coronel Jesuíno Mendonça. Com o personagem, ele conquistou o público com o bordão: "Hoje eu vou lhe usar!". A novela "Roque Santeiro" também marcou o início de sua carreira televisiva; o folhetim bateu recordes de audiência na década de 1980.

Com apenas 13 anos, o cearense se mudou para Pernambuco e iniciou sua carreira artística como radialista. Além disso, integrou o Movimento Popular de Cultura do Partido Comunista. Lá ele estudou teatro e já começou a dirigir espetáculos e produzir documentários sobre a cultura popular do sertão. No entanto, em 1964, o grupo foi impedido de criar e divulgar qualquer trabalho pela Ditadura Militar.

Com a imaginação e peças censuradas, o diretor viajou para o Rio, em 1967, a fim de estudar sociologia na Pontifícia Universidade Católica, a PUC. Ainda nesse ano, José Wilker reuniu alguns amigos e fundou o Grupo Chegança. Foi na montagem "Imperador Assíria", em 1968, que ele ganhou o primeiro prêmio de melhor ator.

No ano seguinte o cearense estreou na Rede Globo, com o programa "Caso Especial". Três anos depois, o artista pediu demissão da emissora após a substituição de diretores na trama de "O Bofe", pela baixíssima audiência. Em 1973, ele voltou para o canal, com a novela "Cavalo de Aço".

A partir daí José Wilker não parou mais. Em 1996, dirigiu o humorístico dominical de bastante sucesso "Sai de Baixo", exibido após o "Fantástico". Outro marco na carreira foi o primeiro personagem homossexual no folhetim "Desejos de Mulher", em 2002. Quatro anos depois, ele foi convidado para viver o presidente Juscelino Kubitscheck na minissérie "JK". O veterano acumula mais de 50 novelas, minisséries e seriados em seu extenso currículo.

O ator não esconde o amor que tem pela sétima arte. Ele já integrou o elenco de, inacreditavelmente, mais de 60 filmes. A atuação mais famosa foi com o longa "Dona Flor e seus Dois Maridos", em 1976, que foi a película recorde de bilheteria até 2010, quando "Tropa de Elite", com Wagner Moura, o ultrapassou. Além desses números, Wilker ainda comenta e faz críticas sobre a cerimônia da maior premiação do cinema mundial, o Oscar.

Como escritor, ele lançou em 2010 o livro "Este Não é um Livro Sobre Cinema". Entre 2003 e 2008, Wilker foi diretor-presidente da Riofilme, distribuidora de filmes do município do Rio de Janeiro.

Na vida pessoal, o ator é bem discreto. Ele já foi casado três vezes. A primeira cerimônia ocorreu em 1976 com a atriz Renée de Vielmond. Oito anos depois, o casal se separou. Eles são pais de Mariana, que recentemente largou a carreira de psicóloga para se tornar roteirista. No mesmo ano da separação, o diretor se casou com a atriz Mônica Torres. Em 1984 nasceu Isabel, que hoje trabalha como apresentadora. Após doze anos juntos, o casamento chegou ao fim. O terceiro casamento foi com a também atriz, Guilhermina Guinle. O relacionamento se estendeu de 2000 até 2007.

Matéria de autoria de Pure People

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)