Cassilândia, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

12/05/2015 06:27

TJMS rejeita ação de prefeito contra aumento de licença maternidade

Ricardo Campos Junior, Campo Grande News

A Justiça rejeitou ADI (Ação Direta de Inconstitucionalidade) protocolada pelo prefeito de Paranhos, Júlio César de Souza (PDT), contra uma lei que prorroga a licença maternidade dos servidores do município. A decisão foi tomada no dia 29 de abril, mas divulgada nesta segunda-feira (11) pelo TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul).

 

O chefe do Executivo questionava a competência da Câmara Municipal para propor e aprovar a legislação, que na visão dele seria de competência do prefeito. Souza havia vetado a norma, mas os parlamentares derrubaram a decisão dele e a colocaram em vigor.

Em seu voto, o relator do processo, desembargador Dorival Renato Pavan, entendeu que a lei municipal questionada busca a realização de normas das Constituições Federal e do estado, legitimando a iniciativa do Legislativo local, pois as normas constitucionais já determinam a previsão de prorrogação de licença maternidade.

Souza também havia sustentado que a votação para derrubada do veto feriu o regime jurídico da Casa, tendo em vista que foi realizada votação simbólica, enquanto o regimento previa apreciação de forma secreta.

Pavan entendeu que o fato não inviabiliza ou torna inconstitucional a lei, tendo em vista que “a nova ordem constitucional preza pela transparência dos atos do Poder Público”.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)