Cassilândia, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

26/09/2010 08:32

TJMS nega anulação de 2ª fase do Concurso da Defensoria

TJMS

Por unanimidade, a 5ª Turma Cível do TJMS, em sessão do dia 23 de setembro, negou provimento à Apelação Cível nº 2009.012776-7 proposta pelo Ministério Público Estadual contra o Estado de Mato Grosso do Sul. O Ministério interpôs recurso de apelação com relação à ação civil pública ajuizada por ele em face da Defensoria Pública do Estado e da Fundação Vunesp.

A decisão de 1º grau indeferiu a inicial e extinguiu o feito sem resolução de mérito. O MP em seu recurso alega que durante a segunda fase do XV Concurso Público para Defensor Público não foi observada a previsão legal do art. 29 da Deliberação nº 006/2008 do Conselho Superior da Defensoria Pública, pois o tempo estipulado para a realização da prova prática foi suprimido em uma hora enquanto a referida norma estabelece a duração de quatro horas. Dessa forma, o Ministério Público pugnou pela concessão da liminar para que a segunda etapa do concurso fosse anulada.

De acordo com o relator do processo, Des. Luiz Tadeu Barbosa Silva, o Ministério Público “se propõe a defender interesses relacionados, apenas e tão somente, àqueles que não atingiram nota suficiente para serem considerados aprovados no certame, não abrangendo, portanto, os anseios da coletividade de candidatos, o que refoge aos princípios naturais e precípuos que revestem o cabimento da presente espécie de ação, que é civil pública”.

Conforme esclarece o relator, é indiscutível que a banca examinadora deixou de informar o tempo estipulado para a realização da prova prática, “No entanto, tal não ocorreu apenas para os reprovados, mas submeteu a todos os candidatos, em todas as salas em que foram aplicadas as provas, ou seja, todos, naquele momento, tiveram o mesmo tempo para resolver a prova, e, vale dizer, muitos obtiveram sucesso”.

No entendimento do Des. Luiz Tadeu seria uma medida de extremo rigor anular toda a segunda fase do certame com base nos argumentos apresentados pelo MP, o qual defende interesses de um grupo de candidatos que não obteve sucesso na prova.

Segundo as palavras do relator: “Permitir o processamento da presente ação seria conferir prestígio a uma norma secundária constante de uma mera deliberação, digo mera, porque não constitui elemento essencial da lei, portanto, incapaz de vincular, de forma plena, o administrador à sua observação, à luz do princípio da legalidade”.

O magistrado acrescentou que o referido descumprimento da deliberação não prejudicou todos os candidatos, muitos deles passando para a próxima fase e com boas notas, razão pela qual não se justifica o ajuizamento de uma ação civil pública, concluiu. Pelas razões apresentadas, negou provimento à apelação e manteve a sentença inalterada.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)