Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

18/07/2007 15:16

TJ recebe comunicado do STF sobre pensão de Zeca do PT

Marta Ferreira - Campo Grande News

O TJ (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) recebeu ontem do STF (Supremo Tribunal Feder), o comunicado oficial da decisão da ministra Ellen Gracie, que, na última quarta-feira, suspendeu a decisão da Corte estadual que garantia ao ex-governador Zeca do PT o pagamento da pensão vitalícia aprovada no fim do ano passado, nos últimos dias do mandato do petista.

O acompanhamento on line do processo mostra que o relator, Rubens Bossay, determinou ontem a intimação das partes da decisão, o que na prática significa que o governo, a partir do recebimento da intimação, poderá suspender o pagamento do benefício ao ex-governador. Zeca não deve receber a pensão referente a julho, a ser paga em agosto.
Ele recebeu pensões a partir de março, quando ganhou a decisão da justiça.
O despacho da ministra suspendeu a decisão do TJ em favor de Zeca, que determinava o pagamento da pensão até que o STF julgue uma outra ação em que a OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) questiona a constitucionalidade da emenda recriando a pensão, benefício que havia sido extinto na década de 90.

Em atendimento ao recurso chamado Suspensão de Segurança, impetrado pelo Governo de Mato Grosso do Sul, a ministra acatou o argumento de que a manutenção da benésse vai contra a ordem pública.

No pedido de suspensão da decisão da esfera estadual, o governo sul-mato-grossense sustenta que o subsídio aos ex-governadores é uma verdadeira “pensão gratuita”, instituída sem definição prévia da fonte para seu custeio. A conta apresentada, com base no salário atual do governador, R$ 22,1 mil, é de que a manutenção do benefício tiraria dos confres estaduais R$ 265,3 mil por ano por ex-governador, sem considerar o o 13º salário.

A defesa de Zeca já informou que vai tentar um recurso contra a decisão do STF.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)