Cassilândia, Domingo, 22 de Janeiro de 2017

Últimas Notícias

13/11/2006 15:30

Técnicos analisam água do Rio Paraná em Três Lagoas

Edson Sibila / Campo Grande News

A água de diversos pontos do rio Paraná na região de Três lagoas foi coletada nesta tarde (13 de novembro) por uma equipe de técnicos da Secretaria de Recursos Hídricos e Mato Grosso do Sul. A finalidade é encontrar as causas da mortandade de peixes que ocorreu em Naviraí e Mundo Novo, 352 e 458 quilômetros de Campo Grande, respectivamente.

Conforme informaões do Perfil News, cerca de 10 amostras do rio Paraná foram recolhidas e encaminhadas para analise. Ação semelhante acontece no Rio Tiete, próximo ao município de Itapura, no estado de São Paulo e divisa com o Mato Grosso do Sul. As informações serão confrontadas.

Pescadores relatam terem sentido forte odor de veneno na água do Rio Paraná. A PMA (Polícia Militar Ambiental) de Três Lagoas informou que, caso a contaminação seja confirmada, o Ministério Público será acionado. Para isso, técnicos da Secretaria de Recursos Hídricos estarão realizando durante a semana a coleta de água em todo o rio Paraná, até a Usina Sergio Mota. A intenção é localizar o agente causador da mortandade.

Caso semelhante aconteceu em 2005, quando a Associação de Pescadores de Castilho (SP), às margens do Rio Paraná, na divisa com Mato Grosso do Sul denunciou acidente ambiental na região. A denúncia foi feita pela Econg, organização não governamental de defesa ambiental com sede em Castilho.

Na época, a organização protocolou a denúncia na Justiça Federal de Três Lagoas. Além do impacto ambiental o problema afetou a sobrevivência dos pescadores profissionais da região, que têm a atividade como única fonte de renda para o sustento da família.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 22 de Janeiro de 2017
Sábado, 21 de Janeiro de 2017
20:55
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Sexta, 20 de Janeiro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)