Cassilândia, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

13/11/2006 15:30

Técnicos analisam água do Rio Paraná em Três Lagoas

Edson Sibila / Campo Grande News

A água de diversos pontos do rio Paraná na região de Três lagoas foi coletada nesta tarde (13 de novembro) por uma equipe de técnicos da Secretaria de Recursos Hídricos e Mato Grosso do Sul. A finalidade é encontrar as causas da mortandade de peixes que ocorreu em Naviraí e Mundo Novo, 352 e 458 quilômetros de Campo Grande, respectivamente.

Conforme informaões do Perfil News, cerca de 10 amostras do rio Paraná foram recolhidas e encaminhadas para analise. Ação semelhante acontece no Rio Tiete, próximo ao município de Itapura, no estado de São Paulo e divisa com o Mato Grosso do Sul. As informações serão confrontadas.

Pescadores relatam terem sentido forte odor de veneno na água do Rio Paraná. A PMA (Polícia Militar Ambiental) de Três Lagoas informou que, caso a contaminação seja confirmada, o Ministério Público será acionado. Para isso, técnicos da Secretaria de Recursos Hídricos estarão realizando durante a semana a coleta de água em todo o rio Paraná, até a Usina Sergio Mota. A intenção é localizar o agente causador da mortandade.

Caso semelhante aconteceu em 2005, quando a Associação de Pescadores de Castilho (SP), às margens do Rio Paraná, na divisa com Mato Grosso do Sul denunciou acidente ambiental na região. A denúncia foi feita pela Econg, organização não governamental de defesa ambiental com sede em Castilho.

Na época, a organização protocolou a denúncia na Justiça Federal de Três Lagoas. Além do impacto ambiental o problema afetou a sobrevivência dos pescadores profissionais da região, que têm a atividade como única fonte de renda para o sustento da família.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)