Cassilândia, Quarta-feira, 26 de Julho de 2017

Últimas Notícias

31/10/2006 06:20

STF nega salvo-conduto para Jorge Lorenzetti

STF

O ministro Carlos Ayres Britto indeferiu nesta segunda-feira (30/10) a liminar do Habeas Corpus (HC) 89953, impetrado pela defesa de Jorge Lorenzetti, ex-integrante da campanha de reeleição do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Convocado para depor amanhã à tarde na Comissão Parlamentar Mista de Inquérito que apura denúncias sobre a aquisição fraudulenta de insumos para a saúde (CPMI das Ambulâncias), Jorge Lorenzetti pretendia ter expedido um salvo-conduto para assegurar o direito ao silêncio, a fim de não se auto-incriminar, bem como o de ser assistido por advogado.

Diferentemente do alegado pelos advogados de Lorenzetti, o relator do habeas afirmou não ter “como razoável a presunção de que uma instituição parlamentar que se investe numa das dimensões da Judicatura venha a forçar qualquer depoente a se privar do desfrute de direitos e garantias conferidos a ele, depoente, pelo ordenamento jurídico”.

Dessa forma, o ministro Carlos Ayres Britto disse que as alegações de iminente constrangimento para depor na CPMI das Ambulâncias e o direito à assistência de advogado durante a sessão, marcada para as 14 horas desta terça-feira, não são suficientes para lhe conceder a liminar requerida. “Isto porque essa requestada concessão depende de pressupostos constitucionais que, no caso, e num juízo sumário que é próprio dos provimentos cautelares, não me parecem ocorrentes”, sustenta.

“Que pressupostos? A iminência de a CPMI das Ambulâncias cometer abuso de poder ou ilegalidade que venha a comprometer a liberdade de locomoção do paciente (Jorge Lorenzetti) e os demais valores constitucionais aqui tantas vezes encarecidos. A menos, enfatize-se, que deste processo ressaísse que a Comissão Parlamentar impetrada houvesse, neste ou em qualquer outro procedimento investigatório do gênero, resvalado para a mencionada zona proibida da ilegalidade ou da abusividade”, concluiu o relator, ao indeferir o pedido.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 25 de Julho de 2017
10:00
Receita do dia
06:34
Cassilândia
Segunda, 24 de Julho de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)