Cassilândia, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

18/07/2007 18:56

Só um estudante de MT está entre vítimas da tragédia

Edílson Almeida/24horasnews

A queda do Airbus da TAM próximo ao pousar no Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, procedente de Porto Alegre (RS), no começo da noite de terça-feira, matou o estudante Bruno Lima Nascimento, de 21 anos, que reside em Rondonópolis. Ele é o único dos 186 passageiros que residia em Mato Grosso. A residência da estudante Mariana Pereira, 22, atribuída para cidade de Tangará da Serra, não procede. Ela é paulista e iria visitar o pai em Aracaju (SE), estudava medicina no Rio Grande do Sul e era filha de Maurício Pereira, diretor clínico do Hospital e Clínica Renascença.

Mariana estava entrando de férias e viajava a São Paulo para encontrar-se com a mãe e a avó. Curiosamente, nesta quarta-feira pela manhã, o deputado Wagner Ramos (PR) chegou a apresentar uma moção de pesar à família, informando que ela era de Tangará da Serra. Vários veículos de comunicação acabaram sendo enganados. Ao político é atribuída a informação de que Mariana estava retornando de Porto Alegre, onde havia prestado e sido aprovada no exame Vestibular para Medicina.

Bruno era estudante de Direito do Universidade Cesur. Ele teria aproveitado as férias escolares para viajar para Porto Alegre para cuidar dos negócios da família. O pai do estudante é empresário na cidade. Bruno morava na Cophalis, bairro de classe média de Rondonópolis. Em seu Orkut, os amigos estão deixando várias mensagens de pesar pela tragédia. A família de Bruno viajou nas primeiras horas da manhã desta quarta-feira para São Paulo para fazer o reconhecimento do jovem estudante e providenciar seu enterro que deverá ser realizado em Rondonópolis.


Uma alteração de última hora, por outro lado, salvou a empresária Sonia Guimaraes, de Cuiabá. Ela estava em Porto Alegre, ontem à tarde, e seu bilhete era para o vôo 3054 da TAM. Mas a companhia aérea fez uma mudança e ela pegou o vôo que foi a Brasília e fez conexão para Cuiabá, informou o Jornal Hoje. Na chegada em Cuiabá, ela contou que a empresa fez o remanejamento para que ela pudesse chegar mais cedo a Cuiabá, trocando a conexão.

Com Rubens de Souza, da Redação

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)