Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

29/06/2007 14:01

Setor rural quer barrar novos índices da reforma agrária

Fernanda Mathias - Campo Grande News

O setor rural pretende barrar na Justiça a proposta do Ministério do Desenvolvimento Agrário e do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária para atualização dos índices de produtividade utilizados como critério de desapropriação de áreas agrícolas destinadas à reforma agrária. Os novos índices são considerados inatingíveis, segundo o advogado da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul, Gervásio Alves de Oliveira Júnior. Ele participou esta semana de audiência pública sobre o assunto na Comissão de Agricultura do Senado Federal em Brasília. Segundo ele, os índices acabam enquadrando 60% das produtividades de Mato Grosso do Sul como improdutivas e estariam fora da realidade da produção local.

No caso da soja passa 1,2 tonelada por hectare a 2 toneladas, o que representaria 37 sacas de soja por hectare. Na pecuária, o produtor seria obrigado a saltar de 0,3 unidade animal por hectare para 1,5 unidade por hectare de terra. Gervásio argumenta que em alguns casos as fazendas de Mato Grosso do Sul precisarão aumentar duas vezes ou mais sua produção para que não sejam consideradas improdutivas e sujeitas a desapropriação para a reforma agrária. “São índices inatingíveis. Isso sem falar nas dificuldades enfrentadas pelo produtor em relação a fatores climáticos e endividamento que sempre geram problemas de produtividade”, avaliou.

Ele defende que o critério deveria considerar a evolução técnica na produção agropecuária, com o uso de novas tecnologias, computador e Internet, tratores com GPS, pesquisas genéticas, a introdução de manejos mais adequados e melhoria de qualidade das pastagens, o desenvolvimento e a geração de emprego.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)