Cassilândia, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

12/04/2004 08:48

Senado ainda deve votar quatro MPs para destrancar pauta

Agência Senado

Mesmo tendo votado 16 medidas provisórias desde que começou o semestre legislativo, em 15 de fevereiro, o Plenário do Senado ainda tem de votar quatro medidas provisórias para destrancar a pauta de votações de projetos comuns e de emendas constitucionais. Das quatro, o destaque é a MP 168/2004, assinada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva no dia 19 de fevereiro e que proibiu em todo o país os jogos de bingos e o funcionamento público de máquinas caça-níqueis.

Antes de votar a MP dos bingos, os senadores têm que dar voto às outras três medidas provisórias que estão trancando a pauta. Só depois de votar as quatro, os senadores finalmente, depois de dois meses, poderão começar o debate e a votação em Plenário de vários projetos importantes, entre eles a reforma do Judiciário. Pela Constituição, quando uma medida provisória completa 45 dias de assinada pelo presidente da República, ela tem total prioridade nas votações da Câmara e do Senado, trancando todas as outras votações de Plenário.

Desde o encerramento da convocação extraordinária no recesso parlamentar de início de ano, além das 16 medidas provisórias votadas, os senadores apreciaram de forma terminativa, nas comissões, dez projetos, os quais foram enviados diretamente ao exame dos deputados. A votação em forma terminativa permite o envio da matéria aos deputados, caso não haja requerimento para que o assunto seja votado no Plenário do Senado.

Desde o início do ano legislativo, no dia 15 de fevereiro, foram realizadas 14 sessões deliberativas do Plenário e outras nove não deliberativas, destinadas a discursos e comunicações. Isso significa que os senadores votaram mais de uma MP por sessão deliberativa neste começo de ano. Algumas delas, como as alterações no Estatuto do Desarmamento, exigiram vários dias de negociações e debates. Gabinetes de lideranças partidárias prevêem que quase uma dezena de novas MPs, em votação na Câmara, chegarão ao Senado ainda neste mês, algumas já trancando a pauta de votações.

Apesar de limitado pelas medidas provisórias assinadas pelo presidente Lula, o plenário do Senado viveu os seus debates mais intensos desde o início do atual governo. As denúncias contra o assessor da Casa Civil, Waldomiro Diniz, e os embates em torno da instalação da CPI dos bingos colocaram o Senado nas manchetes da imprensa por todo esse tempo. Como resultado, várias vezes as oposições obstruíram as votações, em protesto pelos caminhos tomados pelo governo no caso Waldomiro Diniz. Apesar da obstrução do Plenário, as comissões funcionaram normalmente votando projetos, inclusive a reforma do Judiciário.

Essas são as quatro MPs que ainda estão trancando a pauta de votação do Plenário:

- MP 163/04, mudada pelo PLV 20/04 - Altera a organização da Presidência da República, inclusive criando a Secretaria de Coordenação Política.

- MP 164/03, alterada pelo PLV 21/04 - Institui a cobrança de PIS-Pasep (Programas de Integração Social e de Formação do Patrimônio do Servidor Público) e Cofins (Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social) sobre bens e serviços importados.

- MP 165/04, alterada pelo PLV 23/04 - Dispõe sobre os contratos de gestão entre a Agência Nacional de Águas e as entidades executivas dos Comitês de Recursos Hídricos de bacias hidrográficas.

- MP 168/04, que está sendo modificada pelo PLV 22/04 - Proíbe os bingos e caça níqueis no Brasil.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)