Cassilândia, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

02/07/2013 10:04

Rodovias amanheceram interditadas em sete estados

Thaís Leitão, Agência Brasil

Brasília - Caminhoneiros em protestos interditam, total ou parcialmente, rodovias federais em sete estados na manhã de hoje (2). De acordo com balanço nacional divulgado há pouco pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), Minas Gerais (MG) concentra o maior número de bloqueios: sete em duas rodovias, a BR-381 e a BR-040. Também são registradas interdições em estradas do Rio Grande do Sul (RS), da Bahia (BA), do Espírito Santo (ES), de Mato Grosso (MT), do Paraná (PR), do Rio de Janeiro (RJ).

No Rio Grande do Sul, seis trechos estão bloqueados por caminhoneiros. Na BR-101, a interdição ocorre no município de Três Cachoeiras; na BR-392, em dois pontos na altura de Pelotas e um em Canguçu; na BR-472, em Santa Rosa; e na BR-116, no município de Capão do Leão.

Na Bahia, os protestos ocorrem em dois pontos da BR-242, em Barreiras e em Luis Eduardo Magalhães; e ainda na BR-116, em dois trechos no município de Candido Sales.

No Espírito Santo, a PRF contabiliza três interdições na BR-101, em Iconha, Rio Novo do Sul e Atílio Vivacqua; e uma na BR-262, em Viana. Em Mato Grosso, os caminhoneiros protestam na BR-364, em Cuiabá.

No Paraná, na BR-277, o protesto se concentra em Guarapuava. No Rio de Janeiro, onde foram registrados cinco protestos ontem, os caminhoneiros bloqueiam a BR-101, em São Gonçalo. Em Santa Catarina, na BR-153, em Concórdia.

De acordo com representantes do Movimento União Brasil Caminhoneiro, a principal reivindicação dos profissionais que aderiram à paralisação é a garantia de melhorias nas condições de trabalho. Eles também cobram redução do preço do óleo diesel.

Além dos protestos em estradas federais, também ocorreram de paralisações em outras vias. Em São Paulo (SP), durante quase duas horas e meia, a manifestação de caminheiros provocou congestionamento de 11,5 quilômetros (km) na Marginal Pinheiros, no sentido Rodovia Castello Branco. De acordo com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), a interdição começou às 7h próximo à Ponte Eusébio Matoso, na zona sul da capital.

Edição: Marcos Chagas

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)