Cassilândia, Quinta-feira, 21 de Setembro de 2017

Últimas Notícias

18/07/2005 15:37

Reprovados no Exame da OAB viram quase advogados

Perfil News

O grande índice de reprovação na prova da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) tem criado uma nova categoria de profissionais, os quase advogados. Para exercer a profissão não basta o aluno ter feito uma faculdade de Direito reconhecida pelo Ministério da Educação. É preciso que ele seja aprovado no exame para se filiar à OAB e conseguir seu registro profissional. No último exame da Ordem foram aprovados na região de São José do Rio Preto (SP), 65 bacharéis em Direito dos 1.066 inscritos na primeira fase, o que representa 6,5%. Os dados fazem parte de uma estatística feita pelo vice-presidente da OAB Rio Preto, Roberto Luchezi.

O presidente da OAB Rio Preto, Flávio Marques, diz ter ciência da existência dos quase advogados, mas não consegue comprovar a prática. “A OAB não tem condições para verificar essa prática escritório por escritório. São muitos”, explica. Segundo Marques, não exista nada de impeça um bacharel de trabalhar com um advogado, mas é preciso que ele esteja inscrito como estagiário na OAB. Como os estudantes, ele não pode assinar peças, apenas auxiliar os profissionais.

O vice-presidente da OAB alerta que o bacharel que for pego exercendo a profissão pode responder criminalmente por falsidade ideológica e exercício ilegal da profissão. O advogado que assinar por um bacharel será julgado pela Comissão de Ética da OAB e pode perder o direito de atuar.

Fonte: Rio Preto News

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 21 de Setembro de 2017
10:00
Receita do dia
06:20
Libertadores da América
Quarta, 20 de Setembro de 2017
21:22
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)