Cassilândia, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

26/02/2015 14:19

Reinaldo não vai cancelar inspeção veicular, mas promete reduzir valor

Campo Grande News

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) declarou na manhã desta quinta-feira (26) durante lançamento do 4º Congresso Florestal de Mato Grosso do Sul, no auditório da Casa da Indústria, que a obrigatoriedade para inspeção veicular anual será mantida, no entanto, será feito um estudo para reduzir o valor da tarifa que hoje é de R$ 103,45.

Azambuja explicou que a inspeção veicular em Mato Grosso do Sul foi instituída por meio de portaria publicada em dezembro do ano passado pelo Detran (Departamento Estadual de Trânsito de MS) obedecendo exigência do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito), que prevê a adesão da nova regra em até 10 anos. “Essa nova regra já está sendo seguida por alguns estados há mais de cinco ano”, completou.

Apesar de reconhecer que a nova regra gera revolta em muitos condutores descontentes com mais uma taxa a ser paga, Azambuja afirma que a portaria será mantida, no entanto, o valor da taxa para o serviço poderá ser reduzido. Segundo ele, há ainda a possibilidade da implantação de mais pontos de atendimentos para “agilizar” o serviço.

“Vamos fazer esse estudo para tentar reduzir o valor da taxa e também ver a possibilidade de instalar novos locais para realização de serviço, para não ficar concentrado somente no Detran e diminuir às filas”, disse.

Preço do serviço - Atualmente, a revisão custa R$ 103,45 para procedimento feito dentro do pátio do Detran de cada cidade. Se o condutor optar em fazer a vistoria em uma das oito ECVs (Empresas Credenciadas de Vistoria) de Campo Grande, o valor sobe para R$ 120.

A nova regra exige que todo motorista com veículos fabricados até 2009 precisa fazer a vistoria antes de pagar o licenciamento, que tem o vencimento definido conforme o número final da placa.

Convocação - A Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul pretende convocar o diretor do Detran (Departamento Estadual de Trânsito), Gerson Claro Dino, para esclarecer a cobrança da taxa O convite partiu do deputado Marquinhos Trad (PMDB) que solicitou também a revogação da cobrança e devolução do dinheiro aos motoristas que já efetuaram o pagamento.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Quinta, 01 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)