Cassilândia, Sexta-feira, 24 de Maio de 2019

Últimas Notícias

29/04/2019 16:01

Reinaldo diz que busca opções para "se possível restabelecer o abono"

Ângela Kempfer e Leonardo Rocha, Campo Grande News

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) garante que está buscando alternativas para “diminuir o impacto” com o corte do abono de R$ 200,00 dos servidores estaduais. “Não é que o governo não quer dar. O problema é que estamos no limite prudencial e isso pode prejudicar o Estado”, voltou a dizer na manhã desta segunda-feira, durante evento no Tribunal de Justiça.

Está prevista para hoje nova rodada de conversas para decidir o destino do benefício e Reinaldo Azambuja não parece estar irredutível em relação ao fim do pagamento. “Estamos buscando meios para, se possível restabelecer o abono”, afirma.

Mas o governador condiciona o benefício à melhora na condição financeira do Estado. “Se destravar a reforma da previdência e houver incremento por meio da Lei Kandir, por exemplo, já melhora a nossa situação”, avalia. Segundo ele, o governo federal está disposto a pagar a compensação da Lei Kandir, mas precisa confirmar o enxugamento nos gastos com a previdência.


Reinaldo diz que “o dialogo continua aberto, mas é preciso ter de responsabilidade dos dois lados. O servidor tem de entender que estamos impossibilitados pela legislação”, adverte.


Ao funcionalismo, o governador garante que a equipe que cuida das finanças e da administração estudam opções “para diminuir o impacto”. Nos bastidores, a alternativa ventilada é a volta da carga horária de meio período, como forma de compensar reajuste zero e o corte do abono.


O governador informa que todas “as possibilidades” serão levadas para análise da comissão criada pela Assembleia Legislativa para acompanhar as negociações com os servidores.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 24 de Maio de 2019
10:00
Receita do Dia
07:20
Atenção motoristas e ciclistas
Quinta, 23 de Maio de 2019
22:00
Loterias
21:45
Loterias
21:42
Loterias
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)