Cassilândia, Quarta-feira, 23 de Agosto de 2017

Últimas Notícias

20/11/2004 08:38

Reforma do Judiciário: Vantuil destaca pontos positivos

TST

O presidente do Tribunal Superior do Trabalho, ministro Vantuil Abdala, avaliou como muito positiva a aprovação da Reforma do Judiciário pelo Senado depois de 13 anos de tramitação no Congresso Nacional. Ele destacou que a ampliação da competência da Justiça do Trabalho, a criação da Escola Nacional da Magistratura da Justiça do Trabalho e do Conselho Superior da Justiça do Trabalho, previstas na Proposta de Emenda Constitucional aprovada na quarta-feira, possibilitarão um salto de qualidade no julgamento e solução de causas trabalhistas.

Para Vantuil Abdala, o aumento do número de ministros que compõem o TST, de 17 para 27, significou o reconhecimento da importância da Justiça do Trabalho O principal favorecido será o cidadão, o trabalhador, porque não podemos deixar de ressaltar que a Justiça do Trabalho é o segmento do Judiciário com a maior quantidade de causas em tramitação no País, afirmou.

Com a promulgação da Reforma do Judiciário, a Justiça do Trabalho passa a ter competência para julgar todas as causas que envolvem relações de trabalho e não apenas as de emprego como ocorre hoje. O presidente do TST explicou que as intensas mudanças na economia e no mercado de trabalho resultaram em grandes transformações na relação capital-trabalho, exigindo da Justiça do Trabalho maior sintonia com a nova realidade.

O ministro disse que a criação do Conselho, órgão de planejamento e estratégias da justiça trabalhista, permitirá a instituição de mecanismos de aperfeiçoamento institucional. “Temos que considerar a estrutura hoje da Justiça do Trabalho: são 24 Tribunais Regionais e um Tribunal Superior, mais de mil Varas do Trabalho e cerca de dois milhões de ações por ano”, descreveu.

Vantuil Abdala considera a Escola Nacional da Magistratura de fundamental importância para a formação de juízes, pois “para o cidadão, não há nada pior do que o mau juiz, o juiz despreparado”. Mais do que conhecimento teórico, o juiz precisa ter bom senso, equilíbrio, serenidade e maturidade, afirmou. A expectativa dele é que essa escola não apenas dê a formação teórica ao juiz do trabalho, mas também toda a base para o exercício da magistratura.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 23 de Agosto de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 22 de Agosto de 2017
21:03
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)