Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

31/01/2008 15:27

Redução na tarifa de energia foi insuficiente, diz Fiems

Humberto Marques - Campo Grande News

A redução de 18.93% na tarifa de energia elétrica que a Enersul deverá aplicar em Mato Grosso do Sul a partir de abril deste ano foi considerada “insuficiente” pelo presidente da Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul, Sérgio Marcolino Longen, que comentou a decisão tomada pela Agência Nacional de Energia Elétrica na manhã desta quinta-feira (31 de janeiro) para compensar o erro na base de remuneração adotada na revisão tarifária de 2003.

“Esse índice de 18,93% é pouco, pois está aquém da necessidade do setor. Precisamos de um redutor maior para ter mais poder de competitividade com os grandes centros do País”, afirmou Longen, por meio de sua assessoria. Segundo ele, o setor industrial aguardava uma redução superior a 20%. O índice aplicado foi definido na 1ª Reunião Pública Extraordinária da Aneel, e ainda depende de audiência pública a ser realizada no dia 13 de março, em Campo Grande.

Longen também criticou a proposta da Enersul em reembolsar os consumidores R$ 200 milhões (valor que teria sido faturado a mais desde 2003) em cinco anos, e não de uma única vez em abril. “Esse pleito é inadmissível e inaceitável, pois os valores cobrados a mais em 2003 já estão nos cofres da empresa”, disparou, ao ressaltar que a compensação deve ser imediata. “Não podemos aceitar, em hipótese alguma, que seja parcelado o valor já recolhido”.

O presidente da Fiems defendeu que o ressarcimento seja efetuado nos mesmos moldes do adotado em Minais Gerais, onde foi aplicada de uma vez redução de 14% na tarifa. A diretoria da Aneel considera que o pagamento total do ressarcimento seja em 8 de abril, e determina que a empresa especifique nas contas o fator que motivou a redução para que o consumidor não tenha uma percepção distorcida quanto ao real custo do serviço.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)