Cassilândia, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

11/03/2005 09:12

Projeto sobre consórcios públicos é aprovado

Agência Câmara

O Plenário da Câmara Federal aprovou ontem o Projeto de Lei 1071/99, do deputado Rafael Guerra (PSDB-MG), que estabelece normas gerais para a celebração de consórcios públicos entre os entes federados (União, estados, Distrito Federal e municípios) para a realização de objetivos de interesse comum. Os deputados acataram substitutivo do Senado ao projeto, que agora vai à sanção presidencial.
As mudanças previstas no projeto eram um reivindicação antiga de prefeitos que, na prática, já usavam o mecanismo de atuação comum com estados e União, especialmente na área de Saúde. Não havia, no entanto, qualquer legislação sobre o assunto, o que impedia maior eficácia para atuação conjunta dos entes federados e oinvestimentos de recursos públicos nesta modalidade de gestão.
Os consorciados firmarão previamente um protocolo de intenções e posteriormente um contrato. No protocolo, deverão constar a finalidade, o prazo de duração, casos de contratação por tempo determinado e autorização para a gestão associada de serviços públicos, dentre outros aspectos.
O consórcio funcionará por meio de uma pessoa jurídica criada especificamente para esse fim, sob a forma de associação pública se obedecer ao direito público, ou com o atendimento da legislação civil se for de direito privado. No primeiro caso, ele integrará a administração indireta de todos os entes consorciados e, no segundo caso, obedecerá às normas de licitação, contratação de pessoal e outras referentes ao direito privado.

Convênios
De acordo com o texto, para cumprir seus objetivos, o consórcio poderá firmar convênios, contratos, receber auxílios e contribuições. O consórcio de direito público poderá ainda promover desapropriações por necessidade pública.
Na área de saúde, os consórcios deverão obedecer aos princípios, diretrizes e normas reguladoras do Sistema Único de Saúde (SUS).
Rafael Guerra cita como exemplos de sucesso desse tipo de gerência os consórcios intermunicipais de saúde do estado de Minas Gerais, que estariam servindo de paradigma para projetos em outras áreas, como Educação, Meio Ambiente, Segurança, conservação de estradas, Agricultura e outras.



Reportagem - Eduardo Piovesan
Edição - Wilson Silveira

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)