Cassilândia, Domingo, 27 de Maio de 2018

Últimas Notícias

21/05/2004 14:45

Projeto dá mais transparência a conta de telefone

Agência Brasil

As concessionárias de telefonia deverão manter disponíveis a seus assinantes o valor da conta mensal até o momento da consulta, de débitos anteriores, se houver, quando se tratar do serviço pós-pago, ou do valor do crédito restante, quando se tratar do serviço pré-pago. É o que determina o Projeto de Lei 3400/04, do deputado Ivan Valente (PT-SP), que abrange as prestadoras de serviço telefônico fixo e móvel.
Pelo projeto, as prestadoras de serviços telefônicos deverão incluir na conta mensal apresentada ao assinante a relação de todas as ligações efetuadas, inclusive as locais, informando data e hora da ligação, o tempo utilizado e o respectivo valor. Quando se tratar do serviço pré-pago, o assinante terá direito a receber um extrato mensal com as informações mencionadas.
As prestadoras terão o prazo de seis meses, contados a partir da data da publicação desta lei, para aplicar esses dispositivos. A não observância acarretará multa de 5% do total do faturamento apurado no mês anterior, dobrado a cada reincidência.

Assinante surpreendido
"Os assinantes das diversas modalidades de serviços telefônicos são, na sistemática atual, surpreendidos a cada mês com a fatura de cobrança dos serviços", argumenta Valente. Ele vê dois problemas no sistema atual. O primeiro é que o assinante não pode, no transcurso dos trinta dias de faturamento, saber quanto está gastando naquele mês. Segundo o deputado, como os sistemas hoje são todos computadorizados, tornar essa informação disponível é uma providência muito simples.
O segundo problema é que as ligações locais não estão sendo discriminadas uma a uma nas contas telefônicas. No caso do sistema pré-pago, não há qualquer informação ao assinante das ligações efetuadas.

Tramitação
O projeto foi apensado ao PL 3213/00, do deputado Carlos Rodrigues (PL-RJ), que obriga as prestadoras de serviços de telefonia fixa ou móvel a fornecer extratos detalhados das ligações feitas, inclusive as locais.
A matéria é sujeita à apreciação conclusiva pelas comissões. Ela está na Comissão de Defesa do Consumidor, onde aguarda a designação de novo relator. Também deverá ser apreciada pelas Comissões de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.



Da Redação/LCP

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 27 de Maio de 2018
Sábado, 26 de Maio de 2018
14:57
Cassilândia
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)