Cassilândia, Sexta-feira, 23 de Junho de 2017

Últimas Notícias

03/11/2010 11:33

Presos chegaram a cortar alambrado para fugir da Máxima

Ângela Kempfer e Aline Queiroz, Campo Grande News

Três cápsulas deflagradas foram recolhidas pela perícia na manhã de hoje no pátio do presídio de Segurança Máxima de Campo Grande.

O material será necessário para identificar quem disparou o tiro que feriu um oficial da Agepen (Agência Penitenciária) durante tentativa de fuga de presos na manhã de hoje.

A delegada de plantão da Depac, Marilia de Brito Martins explica que ainda não é possível apontar quais os calibres das cápsulas encontradas, mas deu detalhes sobre como os detentos tentavam escapar.

Depois de serrar grades da cela 8 do pavilhão 2, Jean Paulo Araújo e Edilson Oliveira Carvalho jogaram a corda feita com lençóis para pular o muro que dá acesso à quadra para ter acesso à muralha que cerca a unidade. Eles conseguiram abrir um buraco no alambrado e só então foram surpreendidos.

Nesse local é que foram encontradas as cápsulas deflagradas pelos PMs que fazem a guarda nas torres de segurança. Na confusão, o oficial Lucio Santos foi baleado na perna.

Os dois presos foram recolhidos e agora agentes e Polícia Militar fazem pente-fino em todo o presídio.

Edílson cumpria pena por latrocínio e, segundo sindicato dos agentes, já fugiu do presídio de Dourados.

A investigação deve ser concluída em 20 dias.



Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 23 de Junho de 2017
Quinta, 22 de Junho de 2017
10:00
Receita do Dia
Quarta, 21 de Junho de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)