Cassilândia, Sexta-feira, 02 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

03/11/2010 11:33

Presos chegaram a cortar alambrado para fugir da Máxima

Ângela Kempfer e Aline Queiroz, Campo Grande News

Três cápsulas deflagradas foram recolhidas pela perícia na manhã de hoje no pátio do presídio de Segurança Máxima de Campo Grande.

O material será necessário para identificar quem disparou o tiro que feriu um oficial da Agepen (Agência Penitenciária) durante tentativa de fuga de presos na manhã de hoje.

A delegada de plantão da Depac, Marilia de Brito Martins explica que ainda não é possível apontar quais os calibres das cápsulas encontradas, mas deu detalhes sobre como os detentos tentavam escapar.

Depois de serrar grades da cela 8 do pavilhão 2, Jean Paulo Araújo e Edilson Oliveira Carvalho jogaram a corda feita com lençóis para pular o muro que dá acesso à quadra para ter acesso à muralha que cerca a unidade. Eles conseguiram abrir um buraco no alambrado e só então foram surpreendidos.

Nesse local é que foram encontradas as cápsulas deflagradas pelos PMs que fazem a guarda nas torres de segurança. Na confusão, o oficial Lucio Santos foi baleado na perna.

Os dois presos foram recolhidos e agora agentes e Polícia Militar fazem pente-fino em todo o presídio.

Edílson cumpria pena por latrocínio e, segundo sindicato dos agentes, já fugiu do presídio de Dourados.

A investigação deve ser concluída em 20 dias.



Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Quinta, 01 de Dezembro de 2016
11:00
Mundo Fitness
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)