Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

01/07/2005 16:36

Presidente da CPMI avalia depoimento de Jefferson

Agência Câmara

O longo depoimento do deputado Roberto Jefferson (PTB-RJ) à Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) dos Correios, nesta quinta-feira, trouxe dados novos que contrastam com as informações dos primeiros depoentes e que começam a clarear um pouco mais a gravação do flagrante de corrupção na estatal. A avaliação é do presidente da CPI Mista, senador Delcídio Amaral (PT-MS). "Nós tivemos condições de fazer uma análise clara não só do motivo principal da denúncia, mas dessa inter-relação, principalmente entre diretorias dos Correios.”
O senador ressalta que outro ponto importante foi a motivação da gravação, que estão constatando que houve um enfoque muito mais político e não comercial propriamente dito. “Aparentemente, uma sinalização clara de que existe uma estrutura que já vem se arrastando há muito tempo, principalmente de gravações ilegais e evidentemente outras informações que foram trazidas pelo deputado Roberto Jefferson, que vão ser fundamentais para as investigações da CPI."

Levantamento no shopping
A CPI Mista dos Correios aprovou requerimento para que a Polícia Federal faça um levantamento de todas as pessoas que estiveram no prédio do Brasília Shopping, onde funciona a agência do Banco Rural, apontada por Roberto Jefferson como o local onde seriam feitos saques para o pagamento do suposto “mensalão”. Os parlamentares querem saber nomes, dias e horários.
Delcídio do Amaral informou que a CPMI também decidiu quebrar os sigilos bancário, fiscal e telefônico, referentes aos últimos cinco anos, das quatro empresas pertencentes ao empresário Marcos Valério: SMP&B Comunicação, DNA Propaganda, Grafite, Estratégia Marketing e Multiaction. O senador espera que esses dados estejam à disposição da CPMI na próxima semana. Também foi pedido à Receita Federal os dados da movimentação bancária dessas empresas. O depoimento do publicitário Marcos Valério, considerado pessoa-chave no esquema de corrupção denunciado por Roberto Jefferson, está previsto para quarta-feira (6).
A CPMI já agendou para quarta-feira (6), às 9 horas, os depoimentos de José Fortuna, Kasser Bittar, Jairo Martins de Souza e Edgar Lange, agentes ou ex-agentes do antigo Serviço Nacional de Informações (SNI) ou da Agência Brasileira de Inteligência (Abin). A reunião será na sala 2 da ala Senador Nilo Coelho, no Senado Federal.
Os dados sobre a CPMI dos Correios já estão disponíveis no site
www.cpmidoscorreios.org.br.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)