Cassilândia, Sexta-feira, 24 de Fevereiro de 2017

Últimas Notícias

26/05/2010 21:15

Presidente da CBF descarta redução do número de cidades-sede da Copa de 2014

Alex Rodrigues, Agência Brasil

Brasília - O presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e do Comitê Organizador Local da Copa do Mundo de 2014, Ricardo Teixeira, voltou a afirmar esta tarde que a Federação Internacional de Futebol (Fifa) não pretende reduzir o número de cidades brasileiras já escolhidas para sediar os jogos do campeonato mundial.

“Essas especulações de que o número será reduzido são estapafúrdias”, afirmou Teixeira durante audiência pública realizada pela Comissão de Turismo e Desporto da Câmara para discutir a organização do evento.

Teixeira lembrou que, inicialmente, a Fifa planejava escolher apenas dez cidades, mas que acabou acatando a sugestão do comitê organizador de incluir mais dois municípios para, assim, contemplar também a Região Amazônica e o Pantanal mato-grossense, “dois segmentos muito importantes do ponto de vista turístico”.

Com a ampliação, Amazonas e Cuiabá se somaram a Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Porto Alegre, Brasília, Curitiba, Salvador, Recife, Natal e Fortaleza. De acordo com Teixeira, ainda não há definição em relação às sedes dos jogos de abertura e de encerramento do campeonato e o andamento das obras de adequação dos estádios “está dentro dos limites”.

“Eu não diria que estamos atrasados ou adiantados. Nossa situação está dentro do limite e não existe um prazo determinado para que os estádios fiquem prontos”, afirmou Teixeira, que negou que o Estádio do Morumbi, em São Paulo, tenha sido descartado da lista. De acordo com Teixeira, o mais importante no momento é que os responsáveis por cada arena comprovem a viabilidade econômica de os estádios serem concluídos dentro dos prazos previstos.

Segundo Teixeira, o impacto da Copa do Mundo de 2014 sobre a economia brasileira deverá atingir cerca de R$ 47 bilhões, sendo R$ 33 bilhões em investimentos de infraestrutura e serviços e R$ 5 bilhões no aumento do consumo movimentado por cerca de 3 milhões de turistas nacionais e 600 mil estrangeiros. Ainda de acordo com Teixeira, em função do evento deverão ser criados mais de 300 mil empregos permanentes até 2014 e mais cerca de 400 mil temporários durante os jogos.



Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 24 de Fevereiro de 2017
06:26
Loterias
06:23
Loterias
06:20
Loterias
06:15
Loterias
Quinta, 23 de Fevereiro de 2017
Quarta, 22 de Fevereiro de 2017
13:30
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)