Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

03/04/2009 14:24

Preconceito: Líderes religiosos pedem leis mais duras

Agência Brasil

Rio de Janeiro - Católicos, evangélicos, muçulmanos, judeus, representantes de religiões de matrizes africanas, advogados e professores, participaram hoje (3) de uma reunião para discutir o Plano Nacional de Combate à Intolerância Religiosa. No encontro, realizado no Windsor Flórida Hotel, no Flamengo, zona sul do Rio, líderes religiosos sugeriram a criação de projetos de lei mais rígidos para inibir o preconceito contra qualquer tipo de religião.

Atualmente, quem comete ato considerado preconceituoso contra uma religião é enquadrado na Lei nº 77.16 de1989, que tipifica racismo e crime religioso. O plano também foi discutido por líderes religiosos em outros estados brasileiros.

Ivanir dos Santos, interlocutor da Comissão de Combate à Intolerância Religiosa, afirmou que o objetivo do encontro é promover a democracia e a liberdade.

“O Estado brasileiro é laico e isso é garantido pela Constituição Federal. Por isso, deve haver, por parte do Estado e da sociedade, o respeito a todas as religiões e não a predominância de uma sobre as outras. O Estado democrático tem que garantir esse equilíbrio na sociedade”, defendeu.

Santos criticou o uso político da religião por determinados grupos. O documento que resultou dos debates de hoje será encaminhado ao Congresso Nacional. A Comissão de Combate à Intolerância Religiosa espera que o plano seja lançado ainda este ano pela Presidência da República.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)