Cassilândia, Sexta-feira, 20 de Outubro de 2017

Últimas Notícias

25/09/2017 09:00

Por que se dedicar ao aleitamento de nossos filhos?

Vivo Mais Saudável

Amamentar não é “automático”, parece simples, mas é um fenômeno psicossomático complexo, com variáveis socioculturais determinantes. Amamentar não é instintivo, uma fatalidade biológica como nos outros mamíferos. Nós somos animais mais “complicados” e inventamos “leite fraco”, “pouco leite”, mamadeiras, chupetas, bicos de silicone, pomadas, protetores de mamas, conchas, almofadas, sutiãs... uma parafernália de produtos dispensáveis.

Sinto que há preocupação excessiva com a compra de enxoval e equipamentos infantis. Há uma moda de ir ao exterior para comprar tudo o que o bebê “precisa”. Gasta-se uma pequena fortuna, mas se descuida do mais importante, o preparo da nossa “cabeça” com informação atualizada, com troca de experiências, com livros interessantes e até aplicativos e serviços de SMS para celular que já temos disponíveis.

Por que não se dedicar em um curso de preparação para o parto? Poderia ser tão normal quanto marcar uma consulta pediátrica pré-natal. Recomendo aos futuros pais: Conversem com Obstetras, Pediatras, Obstetrizes, Enfermeiras Obstetras, Nutricionistas, Fisioterapeutas, Doulas, Parteiras, com Psicólogos Perinatais.

E o mais importante, entendam que mudaram muito as recomendações sobre amamentação nas duas últimas décadas, temos que envolver as avós e avôs do futuro bebê com estes novos conhecimentos. Atualmente, a amamentação deve ser exclusiva, sem águas, chás, sucos. Não oferecemos mais mamadeiras e chupetas, não utilizamos cronômetros para controlar o tempo das mamadas, não se preparam mais os mamilos e aréolas passando buchas, pegando sol, fazendo exercícios mamilares. E nem liberamos as narinas do bebê com a mão em tesoura na mama, sabendo amamentar, mesmo com o nariz encostado no peito o lactente consegue mamar bem.

Na volta ao trabalho, aos 6 meses começamos com papinhas de legumes, de frutas e não damos outros leites e usamos copinhos e colheres. Muitos governos e empresas já ofertam licença de 6 meses para permitir que a amamentação exclusiva se prolongue o máximo possível e prossiga até os 2 anos ou mais.

Já temos bem estabelecidas as múltiplas vantagens de amamentar e do leite materno para as mulheres, para os bebês - benefícios que se prolongam por toda a vida, inclusive prevenindo doenças crônico-degenerativas e alergias na idade adulta e não só infecções como supúnhamos até recentemente.

Vale a pena esse investimento de tempo e de um pouco de recursos para que os novos pais façam essa viagem inédita para esse lugar fantástico – a maternidade e a paternidade prazerosa e consciente.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 20 de Outubro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 19 de Outubro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)