Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

13/03/2009 17:02

Policial confessa crime, mas diz que tiro foi acidental

Ãngela Kempfer e Aline Queiroz, Campo Grande News

Na manhã de hoje, ao chegar para trabalhar na DEAM (Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher), o policial Cleidival Antônio Vasquez Bueno, de 47 anos, começou a chorar ao ver a delegada Lúcia Falcão e disse apenas: “Aconteceu um acidente com a Elaine”.

A cena foi descrita pela delegada, ao confirmar que o investigador assumiu logo cedo, por volta das 8h30, a autoria do assassinato da policial Elaine Yamazaki, de 35 anos.

Antes, os colegas de Vasquez já haviam dado a principal pista que levaria ao autor do crime. Testemunhas viram uma moto Twister preta deixar a avenida Salgado Filho na contramão,local onde foi encontrado o corpo da investigadora na manhã de hoje.

Foram os próprios policiais da DEAM a lembrar que Vasquez tem o mesmo modelo de moto. Os investigadores foram até a casa do suspeito e a mãe dele confirmou que o filho não havia dormido em casa, e que apenas passou pela manhã para trocar de roupa e seguir para o serviço.

Nesse meio tempo, Vasquez confessou o crime á delegada. Na versão dele, o tiro foi acidental, ele teria colocado a arma no painel do carro de Elaine, um Fiesta Sedan e ela disparou.

A bala atingiu o rosto da vítima, que morreu na hora. Vasquez contou ter entrado em desespero e fugido do local.

O encontro entre os dois ocorreu por volta das 23 horas, segundo o policial. Ele diz ter ido até a universidade Estácio de Sá, onde Elaine estudava, e de lá seguiu de moto o Fiesta até a avenida Salgado Filho.

Elaine fazia o percurso diário de volta para casa e entrou algumas quadra antes do caminho de rotina, abordada por Vasquez. Ele sustenta que os dois mantinham um caso extra-conjugal, já que Elaine é casada.

O autor informou, inclusive, há quanto tempos os dois mantinham o relacionamento, mas segundo o delegado da Depac, Cláudio Zotto, responsável pela investigação, ainda é cedo para confirmar que os dois eram amantes.

A história pode ser uma invenção do policial na tentativa de encobrir uma frustração amorosa, diante da recusa de Elaine de qualquer envolvimento com Vasquez.

O delegado diz que a ação foi muito rápida, entre às 23 e às 24 horas. Ele conta que houve uma conversa "em tom alto" e depois o tiro.

Nada foi levado do carro, e o corpo só foi encontrado na manhã de hoje, porque o local é de pouco tráfego de veículos e pedestres.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)