Cassilândia, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

16/01/2016 12:15

Polícia prende grupo que faturou R$ 70 mil com pirataria de DVDs e CDs

Campo Grande News

A equipe da Dedfaz (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Defraudações, Falsificações, Falimentares e Fazendários) conseguiu desarticular nesta sexta-feira (15) uma quadrilha que vinha se dedicando à pirataria de DVS e CDS em Campo Grande. O grupo comercializava não só na Capital, mas recorrendo à internet, e tinha clientes no país inteiro.

Pelos cálculos da polícia, a quadrilha chegou a faturar R$ 70 mil com a venda do material, mas o valor preciso dependerá da quebra do sigilo bancário do grupo, que será pedida à Justiça. Os falsificadors tinham uma estrutura que incluía gravadores, impressoras, celulares de última geração, tablets e toda um aparato eletrônico para captação de imagens, especialmente nos cinemas.

Dos cinco presos, um já foi colocado em liberdade, porque pagou a fiança, arbitrada em 10 salários mínimos, pouco menos de R$ 9 mil. Todos serão processados por associação criminosa e violação de direitos autorais. A Polícia quer chegar também em que comprou os produtos pirateados.

Numa das casas usadas como centro de produção do material pirateado, os policiais encontraram 18 mil DVDS e CDS, 150 gravadores usados par fazer as cópias, além de uma bolsa adaptada para as gravações dentro das salas de cinema.

Com todo este aparato o grupo já dispunha para comercialização de filmes que ainda estão cartaz, lançados recentemente nos cinemas. Com um dos integrantes da quadrilha a polícia encontrou uma bolsa com um furo para gravar os filmes direto das telas de cinema. O celular era colocado dentro da bolsa.

A quadrilha tinha uma estrutura de comercialização com a oferta dos filmes pela internet. Segundo a polícia, a quadrilha, além de oferecer os DVDS, o grupo também negociava os arquivos permitindo que quem comprasse outras fizessem novas cópias para revender.

De acordo com a delegada Ariene Murad, que comandou as investigações, a prisão e a desarticulação do esquema que operavam foi possível porque as distribuidoras dispõem de uma tecnologia que permite a perícia identificar (a partir de uma marca d’água), o local, o dia e o horário da gravação. A partir destes dados os envolvidos foram identificados através de imagens das câmeras de segurança da sala de cinema onde fizeram as gravações.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)