Cassilândia, Segunda-feira, 20 de Maio de 2019

Últimas Notícias

24/10/2018 10:40

Plano de saúde é condenado a indenizar paciente após negar tratamento

Campo Grande News

A Justiça condenou a operadora de plano de saúde Unimed por negar cobertura de tratamento especializado. A sentença da 4ª Vara Cível de Campo Grande determina o pagamento de R$ 3,4 mil por dano material e R$ 15 mil por danos morais.

O paciente afirma que é associado ao plano de assistência médica, sendo portador de diabetes, e faz uso diário de insulina e outros medicamentos para controlar a doença.

Ele diz que por consequência da doença estava com dificuldade para enxergar. Ao procurar atendimento médico especializado em oftalmologia, foi constatada retinopatia diabética moderada e lhe foi indicado tratamento ocular quimioterápico com antiangiogênico.

Porém o cliente diz que o tratamento foi negado argumentando que não se enquadrava nas diretrizes de utilização conforme resolução da ANS (Agência Nacional de Saúde). Após iniciar parte do tratamento, o paciente pediu reembolso dos valores pagos e entrou com ação cobrando danos morais.

A Unimed alega na ação que sua conduta foi considerada legal porque o tratamento não estava inicialmente no quadro de procedimentos cobertos pela ANS. Diz ainda que posteriormente foi integrado e passou a proceder à autorização para realização e que o tratamento não era de caráter emergencial. A empresa defendeu ainda que não há configuração de dano moral por não ter havido conduta contrária aos dispositivos contratuais.

O juiz Paulo Afonso de Oliveira considera que o paciente conseguiu provar a existência de contrato e o tratamento alegado nos autos. “Ficou devidamente comprovado que o autor possui contrato para cobertura de plano de saúde com a requerida e que fora receitado pelos médicos o tratamento com retinólogo, o que é admitido inclusive em documento produzido pela empresa requerida”.

Sobre o fato de não constar no rol da ANS, o juiz destacou que tabelas com frequência ficam desatualizadas e não se pode admitir que as operadoras de plano de saúde confiram aos usuários a medicina do passado. Além disso, fornecer tratamento necessário e efetivo ao paciente constitui função contratual, expressa do contrato firmado entre as partes, e sua negativa afronta a boa-fé contratual.

O magistrado destacou ainda que somente o médico pode definir e prescrever os medicamentos necessários ao paciente, não se admitindo a interferência do plano de saúde. Sobre o pedido de danos morais, ele apontou que o paciente tem poucos recursos e o tratamento visava impedir que perdesse o pouco que lhe resta de visão em ambos os olhos. Também foi necessária a ajuda de familiares para custear o tratamento.

“Restando caracterizada a conduta indevida da empresa requerida, o nexo causal e os danos sofridos pelo autor, que teve que arcar com tratamento particular custeado por terceiros, é devida indenização por danos morais”.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 20 de Maio de 2019
Domingo, 19 de Maio de 2019
13:49
Costa Rica
10:00
Receita do Dia
09:00
Santo do Dia
05:03
Campeonato Brasileiro de Futebol
Sábado, 18 de Maio de 2019
09:00
Santo do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)