Cassilândia, Domingo, 10 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

30/09/2009 18:43

PF querem a saída do diretor-geral e o reenquadramento

Roberta Lopes, Agência Brasil

Brasília - Policiais Federais fizeram uma manifestação hoje (30), em frente ao Ministério da Justiça, para pedir a saída do diretor-geral da Polícia Federal (PF), Luiz Fernando Corrêa, e o reenquadramento de carreira.

Eles reuniram cerca de 500 policiais de todo o país. A manifestação faz parte de uma paralisação de 24 horas, realizada também no Rio Grande do Sul. Os policiais federais querem que a escolha do diretor geral seja feita por meio de lista tríplice.


Na Ponte da Amizade, que liga Foz do Iguaçu (PR) a Ciudad del Este, no Paraguai, foi realizada uma operação padrão. O presidente do Sindicato dos Policiais Federais do Distrito Federal (Sinpol/DF), Claudio Avelar, disse que a categoria está “insatisfeita” com a intervenção política que, segundo ele, vem ocorrendo na Polícia Federal. “Todos queremos a saída do atual diretor da Polícia Federal porque ele não atende os interesses da categoria”, afirmou. “ Queremos que o melhor investigador comande os investigadores e que o melhor administrador administre”, acrescentou.

Ele disse, ainda, que os policiais querem que seja revisto o enquadramento de cargos. Avelar explicou que os policiais que prestaram concurso em 2004, para o cargo inicial da carreira, que era o de segunda classe, tiveram o seu enquadramento alterado por uma lei que mudou a carreira de policial federal e os policiais que prestaram concurso para a segunda classe foram enquadrados na terceira classe, que passou a ser a classe inicial.


Segundo Avelar, o sindicato vai dar um prazo de 15 dias para que o Ministério da Justiça e a direção da PF deem uma resposta às reivindicações dos policiais, caso contrário poderá ser decretada greve por tempo indeterminado. A PF não se pronunciou sobre o assunto.




Edição: Lana Cristina

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
09:09
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)