Cassilândia, Domingo, 27 de Maio de 2018

Últimas Notícias

30/09/2009 18:43

PF querem a saída do diretor-geral e o reenquadramento

Roberta Lopes, Agência Brasil

Brasília - Policiais Federais fizeram uma manifestação hoje (30), em frente ao Ministério da Justiça, para pedir a saída do diretor-geral da Polícia Federal (PF), Luiz Fernando Corrêa, e o reenquadramento de carreira.

Eles reuniram cerca de 500 policiais de todo o país. A manifestação faz parte de uma paralisação de 24 horas, realizada também no Rio Grande do Sul. Os policiais federais querem que a escolha do diretor geral seja feita por meio de lista tríplice.


Na Ponte da Amizade, que liga Foz do Iguaçu (PR) a Ciudad del Este, no Paraguai, foi realizada uma operação padrão. O presidente do Sindicato dos Policiais Federais do Distrito Federal (Sinpol/DF), Claudio Avelar, disse que a categoria está “insatisfeita” com a intervenção política que, segundo ele, vem ocorrendo na Polícia Federal. “Todos queremos a saída do atual diretor da Polícia Federal porque ele não atende os interesses da categoria”, afirmou. “ Queremos que o melhor investigador comande os investigadores e que o melhor administrador administre”, acrescentou.

Ele disse, ainda, que os policiais querem que seja revisto o enquadramento de cargos. Avelar explicou que os policiais que prestaram concurso em 2004, para o cargo inicial da carreira, que era o de segunda classe, tiveram o seu enquadramento alterado por uma lei que mudou a carreira de policial federal e os policiais que prestaram concurso para a segunda classe foram enquadrados na terceira classe, que passou a ser a classe inicial.


Segundo Avelar, o sindicato vai dar um prazo de 15 dias para que o Ministério da Justiça e a direção da PF deem uma resposta às reivindicações dos policiais, caso contrário poderá ser decretada greve por tempo indeterminado. A PF não se pronunciou sobre o assunto.




Edição: Lana Cristina

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 27 de Maio de 2018
Sábado, 26 de Maio de 2018
14:57
Cassilândia
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)