Cassilândia, Quinta-feira, 24 de Agosto de 2017

Últimas Notícias

16/03/2007 08:56

Patrimônio de novo ministro cresceu 2.135% em 5 anos

No período de 2001 a 2006, o patrimônio declarado do deputado Odílio Balbinotti (PMDB-PR), indicado para o Ministério da Agricultura, saltou de R$ 5,53 milhões para R$ 123,79 milhões. Trata-se de uma variação de 2.135,84% em aproximadamente cinco anos, de acordo com as informações fornecidas pelo próprio parlamentar à Justiça Eleitoral.

De acordo com informações de sua própria assessoria, a prosperidade de Balbinotti, conhecido como o maior produtor de sementes de soja do País, se deve à explosão econômica do setor. Ele começou os negócios em Alto Garças, em Mato Grosso, e hoje detém 20% das vendas de sementes do Estado. É também o principal fornecedor de outro político rico e colega de setor econômico: o governador do Estado, Blairo Maggi (PR-MT), apontado como o maior produtor de soja do País. Entre 2001 e 2006, o patrimônio de Maggi declarado às autoridades aumentou bem menos: 67,05 %, passando de R$ 20,02 milhões para R$ 33,44 milhões em 2006.

Nicho

Balbinotti entrou no nicho de produção de sementes de soja quando, na década de 80, ao chegar a Mato Grosso, detectou que a qualidade do insumo produzido no Estado era muito baixa. Segundo sua assessoria, o deputado foi beneficiado pelos preços da soja, uma importante commodity, que explodiram especialmente em 2004. Entre os bens declarados por Balbinotti estão fazendas, veículos, aviões agrícolas e um laboratório.

Geddel

Já a soma dos bens do futuro ministro da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima (PMDB-BA), passou de R$ 550 mil, em dezembro de 1997, para R$ 2,13 milhões em 2006, também de acordo com suas declarações apresentadas à Justiça. O crescimento foi de 287,81% em um período de aproximadamente nove anos.

O presidente do PDT, Carlos Lupi (RJ), cotado para assumir o comando do Ministério da Previdência Social, declarou ter em dezembro de 1997 R$ 84,8 mil em bens. No ano passado, ao concorrer ao cargo de governador do Rio, ele afirmou possuir patrimônio de R$ 638 mil. O aumento foi de 652,35%.

No caso do ex-deputado Luiz Eduardo Greenhalgh (PT), que deve assumir a Secretaria de Direitos Humanos, a expansão patrimonial foi de 99,91%. A soma dos bens declarados pelo petista passou de R$ 1,15 milhão em 2001 para R$ 2,29 milhões no ano passado.


O Estado de São Paulo

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 24 de Agosto de 2017
Quarta, 23 de Agosto de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 22 de Agosto de 2017
21:03
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)