Cassilândia, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

16/03/2007 08:56

Patrimônio de novo ministro cresceu 2.135% em 5 anos

No período de 2001 a 2006, o patrimônio declarado do deputado Odílio Balbinotti (PMDB-PR), indicado para o Ministério da Agricultura, saltou de R$ 5,53 milhões para R$ 123,79 milhões. Trata-se de uma variação de 2.135,84% em aproximadamente cinco anos, de acordo com as informações fornecidas pelo próprio parlamentar à Justiça Eleitoral.

De acordo com informações de sua própria assessoria, a prosperidade de Balbinotti, conhecido como o maior produtor de sementes de soja do País, se deve à explosão econômica do setor. Ele começou os negócios em Alto Garças, em Mato Grosso, e hoje detém 20% das vendas de sementes do Estado. É também o principal fornecedor de outro político rico e colega de setor econômico: o governador do Estado, Blairo Maggi (PR-MT), apontado como o maior produtor de soja do País. Entre 2001 e 2006, o patrimônio de Maggi declarado às autoridades aumentou bem menos: 67,05 %, passando de R$ 20,02 milhões para R$ 33,44 milhões em 2006.

Nicho

Balbinotti entrou no nicho de produção de sementes de soja quando, na década de 80, ao chegar a Mato Grosso, detectou que a qualidade do insumo produzido no Estado era muito baixa. Segundo sua assessoria, o deputado foi beneficiado pelos preços da soja, uma importante commodity, que explodiram especialmente em 2004. Entre os bens declarados por Balbinotti estão fazendas, veículos, aviões agrícolas e um laboratório.

Geddel

Já a soma dos bens do futuro ministro da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima (PMDB-BA), passou de R$ 550 mil, em dezembro de 1997, para R$ 2,13 milhões em 2006, também de acordo com suas declarações apresentadas à Justiça. O crescimento foi de 287,81% em um período de aproximadamente nove anos.

O presidente do PDT, Carlos Lupi (RJ), cotado para assumir o comando do Ministério da Previdência Social, declarou ter em dezembro de 1997 R$ 84,8 mil em bens. No ano passado, ao concorrer ao cargo de governador do Rio, ele afirmou possuir patrimônio de R$ 638 mil. O aumento foi de 652,35%.

No caso do ex-deputado Luiz Eduardo Greenhalgh (PT), que deve assumir a Secretaria de Direitos Humanos, a expansão patrimonial foi de 99,91%. A soma dos bens declarados pelo petista passou de R$ 1,15 milhão em 2001 para R$ 2,29 milhões no ano passado.


O Estado de São Paulo

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)