Cassilândia, Sábado, 24 de Junho de 2017

Últimas Notícias

04/02/2004 08:48

Parmalat: Moka continua na Itália

Agência Câmara

Os deputados Waldemir Moka (PMDB-MS) e Assis Miguel do Couto (PT-PR), integrantes da comissão especial da Câmara que acompanha a crise na Parmalat foram recebidos na tarde desta terça-feira pelo interventor da empresa na Itália, Enrico Bondi. Ele afirmou que "a Parmalat italiana tem interesse em que o complexo Parmalat continue funcionando no Brasil".
Enrico Bondi pediu empenho dos parlamentares brasileiros para que o pedido de concordata da filial brasileira seja logo aprovado. Waldemir Moka estranhou o pedido, pois a Parmalat solicitou à Justiça prazo de 90 dias ao entrar com pedido de concordata. Com a aprovação da concordata, seria criado um comitê de credores e a Parmalat italiana poderia ajudar na recuperação da Parmalat do Brasil.

CONCORDATA
Moka afirmou que, antes da decisão da concordata, todo dinheiro enviado para o Brasil seria captado pelos bancos, em função da dívida. Bondi, agora, quer criar uma outra situação, a partir da concordata, para que o dinheiro enviado sirva, como crédito novo, como capital de giro para pagar os produtores e as cooperativas.
O deputado Waldemir Moka afirmou que tem dito às autoridades italianas que essa situação é resultado de uma fraude monstruosa em que todos os valores eram maquiados. Ele informou que a Parmalat do Brasil criou inúmeras outras empresas para fazer ciranda financeira.
Sobre a notícia de que um grupo sueco está interessado em comprar a Parmalat do Brasil, o deputado Waldemir Moka disse que é pura especulação.

Nesta quarta-feira, os dois deputados reúnem-se, às 10 horas, com o presidente da Comissão de Finanças do Parlamento italiano. No período da tarde, a audiência será com o ministro da Produção da Itália.



Reportagem - Allan Pimentel
Edição - Ana Felícia

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 24 de Junho de 2017
Sexta, 23 de Junho de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)