Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

17/12/2007 15:54

Palmeiras: Entrevista exclusiva com o zagueiro Gustavo

Por Fábio Finelli - Assessoria de Imprensa SEP

Em entrevista exclusiva para o site oficial do Palmeiras, o zagueiro Gustavo falou sobre as expectativas visando o ano de 2008. De férias e curtindo a família, o defensor não escondeu, mais uma vez, o desejo de colocar o clube na rota dos títulos.

Site do Palmeiras - O que ficou de lição depois de tudo o que aconteceu em 2007?

Gustavo - Ficou um sentimento de frustração esse ano. Queríamos muito ter dado alguma alegria para a torcida. Primeiro, quando ainda pensávamos no título. E depois, na conquista da vaga para a Libertadores. A derrota para o Atlético-MG foi decepcionante. Criamos uma expectativa positiva e sabíamos que dependíamos apenas da gente. Mas não adianta ficar lamentando. Ao mesmo tempo em que não alcançamos nossos objetivos, também conseguimos resgatar uma imagem do Palmeiras que estava perdida. O clube se reestruturou e tenho certeza que caminha para o sucesso. Mas ainda falta bastante.

Site do Palmeiras - E o que esperar para 2008?

Gustavo - O torcedor não quer ver sempre o mesmo papo, de que vamos brigar, vamos lutar e, na hora que mais precisa, as coisas não acontecem. Certamente as responsabilidades vão aumentar. Mas, se a base for mantida, tenho certeza que vamos entrar ainda mais fortes. O grupo do Palmeiras provou que tem qualidade. No geral, fizemos um bom Campeonato Brasileiro. Tivemos muitas dificuldades, mas muito coisa boa foi plantada, e os frutos virão no próximo ano.

Site do Palmeiras - O novo treinador vai influenciar no trabalho para a próxima temporada?

Gustavo - É claro que cada treinador tem seu pensamento, sua filosofia e seu método de trabalho. Dos nomes que estão sendo comentados pela imprensa, são todos excelentes, sem exceção. E, quem vier, vai encontrar um grupo comprometido e consciente das responsabilidades.

Site do Palmeiras - Qual foi o principal ponto positivo do Palmeiras em 2007?

Gustavo - Apesar de não termos alcançado nossos objetivos, provamos que somos um grupo determinado e unido. No futebol, é difícil alcançar a união num elenco de 30 jogadores, mas aqui foi diferente. Existe companheirismo por parte de todos. É um grupo que nunca se entrega e sente a dor de uma derrota. Precisamos manter essa pegada em 2008, mas darmos muito mais se quisermos ser campeões.

Site do Palmeiras - Você lançou um site [www.gustavoschiavolin.com.br] recentemente. Como estão as visitações?

Gustavo - Me surpreendi com o número de visitas. O torcedor do Palmeiras é mesmo um fanático pelas coisas que cercam o clube. E percebi o carinho do torcedor depois daquela catastrófica partida que fiz contra o Sport [derrota por 3 a 1, em Recife]. Recebi centenas de mensagens de carinho, respeito e apoio. Tudo o que mais quero é retribuir isso com títulos e conquistas. E gostaria de lembrar que, ao fazer o cadastro no meu site, o torcedor concorre a prêmios. Acho que vale a pena conferir.

Site do Palmeiras - Tem acompanhado futebol durante as férias?

Gustavo - A gente não consegue ficar longe. Tenho sempre acompanhado, através da internet, o que tem acontecido. Mas o nosso dia-a-dia é sempre muito corrido. Na maior parte do ano, ficamos longe dos familiares. Nesse momento, o importante é mesmo curtir esses dias e ficar ao lado das pessoas que a gente mais gosta.

Site do Palmeiras - E os familiares, cobram muito de você em relação ao Palmeiras?

Gustavo - Bastante. Cresci numa família de palmeirenses. Em casa e nos encontros com meus familiares, a cobrança é também de torcedor. Por isso sei a responsabilidade que é vestir a camisa do Palmeiras e quanto os torcedores necessitam de uma conquista. O Palmeiras é um clube acostumado com isso.

Site do Palmeiras - Quais os objetivos do Gustavo para 2008?

Gustavo - O primeiro é continuar correspondendo com a camisa do Palmeiras e, se Deus quiser, conquistar um título para o clube. Será uma realização como profissional e também pessoal. E, claro, tenho em mente o desejo de chegar à seleção brasileira. Em 2007, tive aquele problema no início envolvendo o Schalke 04 e isso me atrapalhou. Consegui provar meu valor no Campeonato Brasileiro, e espero que a próxima temporada seja de consolidação.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
09:09
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)