Cassilândia, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

19/03/2016 18:00

Padre Antonio Maurilio escreve sobre São José

Padre Antonio Maurilio

Como São José, recebamos Maria em nossa casa
• José: significa acrescente, descendente de Davi, homem justo.
• Por ser muito justo tentou fugir para não repudiar Maria publicamente.
• José foi muito feliz, porque recebeu Maria. Não tenha medo de recebê-la, porque, assim como José, seremos cobertos de bênçãos do Céu.
• “José, Filho de Davi, não tenhas medo de receber Maria como tua esposa, porque ela concebeu pela ação do Espírito Santo” (Mateus 1,20).
• A Igreja nos dá a graça e a permissão de interromper a Liturgia Quaresmal para que, neste dia, celebremos e exaltemos com louvores do Senhor Nosso Deus, São José, o esposo da Virgem Maria, o pai adotivo de Jesus, patrono da Igreja Universal, modelo de esposo e trabalhador. São José, o justo, o homem de Deus!
• Nós podemos exaltar tantas virtudes de José, tantas coisas que ele viveu para colaborar com o plano de Deus.
• Nós, muitas vezes, exaltamos a figura da Virgem Maria e sabemos que, de fato, ela teve um papel singular na história da salvação, mas esse papel não seria completo se não houvesse, ao seu lado, o homem José, que foi justo, correto e muito coerente. Quando não compreendia, fazia questão de manifestar a sua não compreensão, mas nunca a revolta com aquilo que não compreendia.
• São José era dócil à inspiração divina e à ação do Espírito. Quando resolveu abandonar a Virgem Maria secretamente, não foi por desprezo ou desconfiança a ela, mas por entender que Deus tinha um plano superior para ela, o qual ele não era capaz de compreender.
• Deus falou a José por meio de um sonho. Não que José fosse um sonhador, mas era sensível à graça do Senhor.
• E quando o homem e a mulher são sensíveis à graça, Ele usa de diversos artefatos para poder lhes falar ao coração. Fala pela Palavra, pelas obras, por intermédio de pessoas, através de sonhos, orações e inspirações, pela dor e pelo cansaço.
• A sensibilidade às coisas divinas são capazes de interpretar as manifestações amorosas de Deus.
• Mesmo sem entender, José não fechou seu coração para compreender o que Deus queria dele. Sacrificou seus sonhos, planos e projetos, porque sabia que o projeto primordial era o do Pai.
• Quando o anjo lhe diz: “José, não tenhas medo de receber Maria”, ele [José] não queria contrariar os desígnios de Deus.
• Por isso, sem medo, sem receio, recebeu Maria em sua casa, por ordem divina, por inspiração e submissão à vontade de Deus a recebeu em sua casa.
• Quando José recebe Maria, não recebe apenas sua noiva, mas a Maria que está grávida de Jesus, que está plena do Espírito Santo, a Maria filha única do Pai.
• Feliz foi José, homem santo de Deus, que recebeu Maria em sua vida, a bênção de Deus de forma mais plena.
• Feliz é todo aquele, aquela que como José, recebe Maria em sua vida. Ela vem repleta de Deus, plena daquilo que o Pai realizou nela. Maria traz até nós o Espírito Santo e faz de nós servos do Pai.
• José foi muito feliz, porque recebeu a Mãe de Jesus. Não tenha medo de recebê-la, porque, assim como José, seremos cobertos de bênçãos do Céu.
• Segundo a tradição São José faleceu enquanto ainda moravam em Nazaré da Galiléia, ele é venerado como patrono da boa morte.
• Pio XII e declarou patrono o modelo dos trabalhadores.
• Em 2013 o Papa Francisco inseriu o nome dele, esposo de Maria, em todas as orações eucarísticas.
• Conforme a primeira leitura 2Sm 7ss.> Será confirmado sua realeza, ele construirá casa para meu nome, e eu firmarei para sempre a sua realeza, Eu serei para ele um pai, e ele será para mim um filho.
• O Salmo 88: “Eis que sua descendência durará eternamente”.
• A segunda leitura, Rm 4,17> “Eu fiz de ti pai de todos os povos”. Ele é Pai de Deus, porque acreditou em Deus os mortos e faz existir o que antes não existia. Tornou-se pai de muitos povos, assim será sua posteridade.
• Em Mt1,16ss> Em sua pequenez, São José foi excepcionalmente grande. Antes de começar a viver com Maria, ficou grávida. Antes de se tornar seu marido, desconfiou que ela tivesse outro marido. Podia exigir o cumprimento da lei apedrejando-a em praça pública, mas decide abandoná-la: faz-se culpado para que ela pudesse ser preservada de qualquer acusação. Assume um filho que não é seu, confiando ser o filho de Deus. Um homem assim só pode mesmo ser chamado de justo! E seu filho adotivo é realmente o filho de Deus para a salvação da humanidade.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 11 de Dezembro de 2016
06:04
Fotogaleria
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)